BLOGGER TEMPLATES AND Gaia Layouts »

19 de set de 2009


Dieter Wiesner, ex-empresário de Michael Jackson, revelou ao programa Entertainment Tonight que o cantor tinha uma lista de pessoas que considerava seus inimigos, dispostos a destruí-lo.
Entre os nomes listados por Michael estaria o mágico Uri Geller, que já foi cotado como um de seus grandes amigos. O rabino Schmuley Boteach, que conviveu com o artista e era tido como pessoa de sua confiança, também faria parte da lista.
O empresário reconheceu o estilo nada comum do artista, dizendo: “Às vezes, ele era um pouquinho paranóico”.
Ele contou que, certa vez, perguntou a Michael: “O que você está fazendo”? Ao que o astro respondeu: “Estas pessoas querem me destruir”.
Recentemente, Uri Geller admitiu que sua amizade com Michael estava estremecida, desde que ele tentou alertá-lo sobre o uso exagerado de medicamentos.
Outra versão da história dá conta que a amizade acabou em 2002, depois que Uri concedeu uma entrevista ao repórter Martin Bashir.
O promotor público Tom Sneddon, que conduziu o processo movido contra Michael por pedofilia;

O empresário Tommy Mottola, marido de Thalia e magnata da Sony Music;

Janet Arvizo, que acusou Jackson de molestar seu filho Gavin, de 13 anos, que esteve com ele em Neverland.
A intenção de Michael era deixar a lista com pessoas de sua confiança. “Essas pessoas estão atrás de mim e querem destruir minha vida”, teria dito o astro.(retirado do forum reidopop.com)

2 Comments:

  1. Maninhas para sempre said...
    mais uma prova de que ele está vivo
    LOREDANA said...
    TA LINDU SEU BLOG..!!
    REALMENTE ESSA LISTA DE INIMIGOS NAO PRESTAVAM PRA ELE Q SO QUERIA FAZER O BEM AO MUNDO!!

Post a Comment