BLOGGER TEMPLATES AND Gaia Layouts »

21 de out de 2011

Julgamento Conrad Murray: décimo dia





Sei que hoje todos estão “chocados” com a foto da autópsia de Michael, até porque eu posso me considerar como uma fã que também se assustou.

Por alguns segundos vivi aquela dualidade do MEDO x CORAGEM, mas eu precisei de apenas uma boa respirada para voltar com tudo.

Quem vive com medo nunca será livre, pois acredito que é com a audácia que se cobre grande pesadelos.

Mesmo que pareça um pouco dificil em acreditar em mim, eu amo Michael Jackson assim como amo a minha família.

Eu jamais suportaria ver um parente meu morto, assim como nunca suportei a ideia de ver MJ sem vida.

Por outro lado eu sempre desejei isso, pois sabia que seria o único meio de acreditar OU NÃO que ele realmente tinha ido embora. E assim…voltar a ter uma vida normal.

Eis que surge a foto da maca!

Um foto tão falsa que serviria mais como uma estória do que História..

Então,

Diante de tanto apelo, eles me divulgam HOJE a foto da autópsia



Falarei sobre isso mais a frente, porque AGORA precisamos discutir sobre as palavras de Murray:



Em gravação Murray diz:

“Médico disse à mãe de Michael que não sabia a causa da morte
Na gravação do depoimento de Dr. Murray, feito pela polícia logo após a morte de Michael Jackson, o médico contou que falou à mãe do cantor que não sabia a causa de sua morte. A fita foi apresentada nesta terça-feira (11) no início da terceira semana de julgamento.

Katherine Jackson teria perguntado a Dr. Murray a causa da morte do filho. Segundo seu depoimento, o médico disse que não sabia o motivo e aconselhou a família fazer uma autópsia, porque ele também queria saber o motivo.

Na gravação à polícia de Los Angeles, Murray também contou que não sabia que Michael Jackson fumava maconha e disse que o cantor consultava outros médicos, como era possível ver nos frascos de remédio.

O médico também disse que prescreveu lorazepam, valium e flumax.

Depois de mostrar a fita, a promotoria chamou o investigador Scott Smith para depor novamente. No depoimento, ele contou que a polícia descobriu que as encomendas de propofol estavam sendo entregues na casa da namorada de Dr. Murray e que o anestésico não foi encontrado no carro do médico.

Na gravação, Murray conta que Paris, a filha de Michael Jackson, ficou muito desesperada ao receber a notícia da morte do pai no hospital e disse que não queria ser uma órfã. “Ela disse para mim: “Você salvou muitas vidas. Por que não salvou meu papai?”. “Respondi que tinha feito o meu melhor”, afirmou Conrad na gravação.

No áudio, ele também contou aos policiais que a menina e os outros filhos do artista, Prince e Blanket, viram o corpo do pai morto, o que foi permitido pelos assistentes sociais do hospital. O médico também revelou que segurou a mão de Katherine Jackson ao contar que Michael havia morrido.

Ainda na gravação, os policiais contaram a Murray que haviam encontrado maconha no quarto de Michael e perguntaram se ele sabia se o popstar fumava a erva. O médico respondeu que não. Ele também afirmou para os policiais que o cantor enxergava tão mal que ele podia ser considerado “legalmente cego”.

Fonte TMZ/Terra

O que é isso?

Murray apenas querendo jogar a culpa em outro médico..

Mas o interessante aqui mesmo é:

- Por que estão tentando colocar Michael como um cara tão doente, que poderia ser declarado morto ainda em vida?

É sério isso!?!?

Eu não estou sendo ironica..

Michael Jackson não estava assim em This is it, então não me faça acreditar nisso ok?

Sou cética!

Só acredito naquilo que eu vejo..

Bem,

Esse tipo de notícia não tem muito o que questionar, até porque Murray está apenas tentando MAIS UMA VEZ justificar seus erros , e jogando assim a culpa em terceiros

Aliás, essa história de “médicos” para o único paciente foi a causa PRINCIPAL da morte de Heath Leadge (O Coringa), onde nenhum médico foi preso pelo simples motivo que a culpa ERA DELE em ter consultado mais de um médico

Enfim,

É esperar para ver!

Agora vamos para o assunto principal?

Vamos falar sobre a foto da autópsia de Michael Jackson!

O legista Christopher Rogers foi quem publicou isso:

Dr. Christopher Rogers, legista que fez a autópsia no corpo de Michael Jackson, disse que o cantor morreu por homicídio. O médico depôs nesta terça-feira (11), na terceira semana de julgamento de Dr. Conrad Murray.

Perguntado pela promotoria como teria sido a morte do cantor, o legista disse que o cantor morreu por homicídio, já que ele não teria condições de acordar e se automedicar em apenas dois minutos. Dr. Murray alega deixou seu paciente sozinho no quarto por esse período para ir ao banheiro.

Dr. Rogers também contou que a causa da morte foi uma intoxicação de propofol agravada por diazepam e lorazepam. Em seguida, o promotor David Walgren mostrou uma foto do corpo de Michael Jackson após a autópsia.

Dr. Rogers também contou em sua perícia descobriu que Michael Jackson tinha a próstata inchada, o que lhe causava problemas para urinar, e que seu coração era saudável

[...]

“..seu coração era saudável”
Se ele não tinha problemas de coração, porque tinha ao lado um cardiologista?

“..David Walgren mostrou uma foto do corpo de Michael Jackson após a autópsia..”

Após a autópsia?

Mas se a foto é PÓS autópsia,

Por que não tiraram então o tubo na boca dele, assim como a fita azul no pulso ?

Concordo com tudo que o legista disse!

Se Murray matou Michael, ele merece apodrecer na cadeira. Eu nunca disse o contrário..

Mas o fato é que Murray está sendo condenado por ERRO MÉDICO, e não por assassinato.

Ele não tinha a intenção de matar Michael, e isso muda tudo.

Agora,

Por que ele não diz o motivo de não ter assinado o atestado de óbito?

(risos..)

Primeiro: FOCO!

Essa foto têm tantos erros quanto a primeira, mas eu devo confessar que essa é mais ÓBVIA do que a anterior.

A primeira coisa que reparei nessa foto foi:

- Onde está o umbigo de Michael Jackson?


É sério isso!

Eu não criei isso, e muito menos estou te forçando a concordar comigo

Mas..

Uma foto sem umbigo é no minimo “constrangedor”

Sabe o que lembrei?

Alguns meses atrás aquele comercial da Havainas com a atriz Fernanda Vasconcelos virou motivo de “piada”, depois que a atriz apareceu sem o umbigo no comercial

#reflita

Mas voltando a foto..

Meu caro,

Por favor não seja cruel comigo!

Michael Jackson era branco como algodão, então me explica como na perna dele está morena, na barriga (sem umbigo) está branca, e logo acima temos outra cor de pele?

E não venha me dizer que é Vitilo e etc.

Pense comigo!

Eu coloquei um traço acima do peito do Michael; que aliás também não aparece na foto; para você perceber que naquela parte marcada entre os traços que fiz, existe uma diferença na tonalidade da pele compara ao ombro e a barriga



Percebeu?

Então..

Como essa diferença na pele pode ser RESULTADO de Vitiligo, se a cor da pele muda formadando exatamente uma linha PERFEITA?

Seria Vitiligo se essa mesma tonalidade fosse espalhada pelo resto do corpo, mas não de forma harmônica, pelo simples motivo que a doença não é baseada em álgebra. Ela simplesmente aparece se espalhando, mas NUNCA formando uma linha perfeita

Entende o que eu quero dizer?

Que essa pele que está ENTRE as linhas que fiz, não faz parte DESSE CORPO

= montagem
Essa é a razão inclusive de não aparecer OS PEITOS de Michael

E o que dizer da barriga?

Além de não ter umbigo (o que é extremamente cômico), não demonstra em nenhum momento que se trata de Michael Jackson deitado ali

Ei!

Michael era tão magrooooo

E aquela curva que seria a virilha dele, é origem de um corpo um pouco mais “gordo” que Michael

Aliás,

Alguém me explica como uma pessoa morta está com a barriga “cheia” ?

Com as linhas que fiz na foto fica MUITO CLARO (pelo menos para mim), que essa barriga sem umbigo, faz parte do corpo que possui aquele mesmo ombro.

Isso fica mais fácil de perceber se você “deletar” a pele que está entre as linhas, e unir na sua mente a barriga com o ombro

Viu? Agora sim temos uma pele com a mesma tonalidade!

E as pernas brancas?

Elas fazem parte do corpo que é dono desse peito “branco”

Faça o mesmo exercício que citei acima, e una as pernas com o peito, e a parte de baixo do pescoço

= pele com a mesma tonalidade

Por fim junte o joelho, com a barriga, com o ombro e a cabeça

Viu de novo?

Agora sim temos uma pele com a mesma tonalidade! +1

Fiz uma demonstração rápida para vocês!

Cortei o corpo seguindo o exercício que citei acima, assim como a junção da tonalidade das peles:





Sorry!

Mas digo e repito:

- Vitiligo não atinga a pele seguindo uma linha, ela se espalha em partes do corpo

O que eles fizeram foi pegar 2 ou no máximo 3 corpos, praticamente esquartejar, e fazer uma montagem para parecer que é Michael com Vitiligo

Cabe a você aceitar isso ou não 

Mas que temos 2 corpos ali, isso é quase NITIDO!

Peguei a foto da maca para comparação, e notei que no pulso deformado que agora ficou normal, está faltando o esparadrapo e os algodões que estavam na primeira foto



Eles podem ter tirado ?

Ok, aceito isso

Mas se a foto é PÓS autópsia,

Por que não tiraram então o tubo na boca dele, assim como a fita azul no pulso ? +1

Aliás,

Você sabia que uma autópsia tem o corte em forma de “Y” no peito?

Por que não vemos isso em Michael?

Quero dizer,

Ele não parece que saiu de uma autópsia amores.

O corpo dele está intacto, sem cortes, e ainda com aparelhos hospitalares

WTF!

Hmmm..

Desculpa dizer isso, mas nunca vi uma pessoa na autópsia com algodão e tubo na boca

E agora sim o furo do queixo do Michael apareceu!

Sabe o que é engraçado disso tudo ?

É que as pessoas acham “normal” uma foto de uma autópsia aparecer sem umbigo

Elas adoram me ofender com suas Teorias de respeito e etc, mas não param para pensar sobre isso!

Como podem achar isso normal ? 

Já disse aqui uma vez:

ERROS asssim não são de amadores de photoshop, ainda mais vindo da categoria de Michael Jackson. Esses erros existem por uma única razão: para nos ALERTAR!

Tenho o prazer de trabalhar com photoshop TODOS OS DIAS, então graças a Deus sei reconhecer quando existe algo de errado em uma foto

Quer dizer,

Nem precisa entender muito disso para notar a ausência do umbigo e peito

E para tornar a coisa mais “intrigante” ainda, eles conseguiram MAIS uma vez ERRAR uma data importante

Na foto da autópsia eles colocam como se Michael tivesse morrido no dia 25 de Agosto de 2009



Apenas um erro ?

Ain!

Então eu resolvi procurar por essa data, que quase caiu no aniversário do próprio Michael.

E mais uma vez me FASCINEI com o que achei

25 de Agosto de 1935 foi o dia que aconteceu “a maior mentira já publicada na imprensa”

Leia isso:



Na primeira metade do séc. XIX, mais precisamente em 1833, teve início na imprensa norte-americana um fenômeno que ficou conhecido como “Penny Press Era”, quando tabloides baratos de grande circulação invadiram os lares dos operários assalariados e imigrantes, que começavam a formar uma parcela significativa da população americana. 

O jornal que lançou o formato foi o nova-iorquino Morning Post, e em Setembro do mesmo ano, Benjamin Day lançou o New York Sun, com uma linguagem mais simples, direta e focada em histórias de interesse humano. E foi nos escritórios do “The Sun” que em 1835 começou a ser publicada a história que transformou-se em um dos maiores boatos jornalísticos da história da imprensa mundial, conhecido como “O Grande Boato Lunar”.

Richard A. Locke, um inglês de 35 anos, era apenas mais um imigrante tentando a sorte na América, batendo à porta de vários jornais até conseguir uma chance no The Sun em 1835. Com o intuito de aumentar as vendas do tabloide e mostrar aos editores seu potencial, aproveitou uma viagem que Herschel fazia pela África do Sul para criar uma história sensacional, mas totalmente falsa, sobre a descoberta de uma civilização selenita.

A Lua, além de ser coberta de vastos oceanos e densas florestas, é casa de um povo mistura de gente com morcego e urso, que ocupa uma estranha pirâmide. Esse é o tipo de descoberta que as pessoas liam no jornal New York Sun há exatos 175 anos.

A Grande Farsa da Lua, um conto fantástico sobre vida extraterrestre na Lua publicado pelo New York Sun, é talvez a mentira mais famosa já publicada em um jornal em toda a história da imprensa.

Tudo começou dia 25 de agosto de 1835, há exatos 175 anos hoje, com um artigo que tinha a seguinte manchete:

Esse artigo, o primeiro de uma série de seis, descrevia uma série de descobertas feitas por Sir John Herschel, possivelmente o melhor contemplador de estrelas de seus tempos, publicada inicialmente no Jornal de Ciência de Edimburgo. Usando um “telescópio de vasta dimensão e com um base totalmente nova”, Herschel descobriu que nossa Lua estava cheia de moradores. Entre eles: unicórnios, bisões, e castores que ficavam em pé. O quarto fascículo da série revelou a maior descoberta de todas: uma civilização de humanoides inteligentes com corpo de morcegos morando na Lua

Locke então deixou sua imaginação fluir, descrevendo florestas, rios habitados por castores gigantes e estranhos seres anfíbios, campos onde Unicórnios Azuis e animais parecidos com bisões e cabras pastavam tranquilamente, e o mais incrível, humanoides alados, com cabelos cor de cobre e asas parecidas com as de morcegos.

Esta história que hoje seria considerada ridiculamente infantil e ingênua causou um alarde nunca antes visto na época. Vários outros jornais dos Estados Unidos e do exterior repercutiram e republicaram a notícia, sendo que alguns deles chegaram a citar que também haviam mandado correspondentes à África do Sul, adicionando alguns outros elementos ao boato. 

Depois de alguns dias publicando as histórias, Locke percebeu que não poderia sustentá-las por mais tempo, já que a notícia fatalmente chegaria até a África do Sul, e iriam começar as checagens de sua história, eventualmente com declarações do próprio John Herschel.

Foi então que o The Sun publicou uma triste história anunciando que um trágico incêndio havia reduzido todo o observatório sul africano a cinzas, acabando prematuramente com as pesquisas lunares.

O segredo sobre as falsas informações só foi revelado dia 16 de setembro, quando Richard Adams Locke, um repórter do Sun formado em Cambridge, confessou que o artigo sobre as pessoas-morcegos e todo o resto foi criado baseado não em páginas de um jornal de ciência mas sim em sua fértil e livre imaginação. Mas nessa época a circulação do Sun era enorme e vários jornais rivais reproduziram a história.

Cerca de um mês após o término das publicações, Locke confessou a fraude, insistindo que não se tratava de um boato, mas sim de uma sátira de outras histórias publicadas previamente sobre o tema. Apesar disto, o The Sun continuou negando a fraude. Logo o assunto foi suplantado por outra manchete: O Grande Incêndio de Nova Iorque, que destruiu grande parte da cidade em Dezembro do mesmo ano (1835).

O jornal nunca pediu desculpa pelos artigos nem admitiu a farsa.

[...]

Hmmm..

Jornal The Sun?

#reflita

25 de Agosto de 1935 : o dia que foi publicado “a maior fraude da imprensa”
Apenas coincidência? 

Não esqueça que elementos que envovem “Hoax” é o que mais tem nessa História.

Como esquecer de P.T Barnum, O Gigante de Cardiff e por ai vai..

E falando em Gigante de Cardiff, eu não poderia deixar de falar sobre o Tributo

Resumindo: nada de importante!

O que eu vi foi os irmãos de Michael excitados em cantar no palco, assim como os filhos de Michael Jackson que roubaram a cena esvanjando sorrisos e simpatica.

Adorei a jaqueta de Thriller na Paris!





Mas alguém ali me chamou a atenção: Blanket

O único que me passa seriedade..



Vou dizer o que eu já disse no Facebook:

“Sinceramente esperava mais desse Tributo para Michael, e por mais que tudo isso seja doloroso, afinal um dia antes Murray dormia encima da mesa do Tribunal, a família pouco “se importa” com o fato de que naquele momento, estava acontecendo o Julgamento do assassino de Michael Jackson. E apesar das pessoas adorarem apontar o dedo para mim e dizer: – Ei você não respeita Michael Jackson e blá blá blá, elas deveriam era se preocupar MAIS com as caras e bocas de toda a família de Michael Jackson durante o seu tributo, e a forma frustrante que tentaram se promover. Agora uma coisa sim fez eu perder o ar: BLANKET! O único com BOM SENSO! Ele se parece tanto com o seu pai! Uma criança que com as mãos no microfone não sabia o que dizer diante de tantas pessoas, e que provavelmente se desesperou tanto que chorou. Não peça que um menino se comporte de outra maneira. Ele não é artista, ele é apenas filho de Michael Jackson. E não escolheu isso. Ele sente a falta do pai que está em algum lugar, mas é muito jovem para entender o sentido das coisas. As lágrimas de Blanket para mim foram isso, mas se eu não fosse tão teimosa eu diria que aquele dia, ele apenas queria ter o seu pai de volta. LOVE”

Enfim,

Ainda bem que o meu pensamento é tão discreto, silencioso e ingênuo que é ignorado.

Não adianta querermos ser claros. A lógica não convence, a explicação nos cansa. O que é claro não é preciso ser dito.

Acho que já falei demais por hoje

Michael is alive! 

Fonte: Mulheres Luxo

0 Comments:

Post a Comment