BLOGGER TEMPLATES AND Gaia Layouts »

21 de out de 2011

Julgamento Conrad Murray: décimo quarto dia





Mais um dia de Julgamento se passou, e cada vez mais estamos chegando ao “Fim”. Mesmo que no momento isso denote ser um pouco dificil.

Hoje não tivemos nada que nos exigisse muita atenção, e sim uma aula de como aplicar propofol.

Sinceramente, não entendi o sentido disso.

Está bem óbvio que Murray não deveria ter usado dessa forma o propofol, assim como ele têm mais do que motivos de sobras para ser condenado.

Agora,

Gastar 2 dias com videos ensinando como aplicar propofol, bem isso é no minimo cansativo.

Porém, eu notei uma pequena contradição nisso.

Durante o Julgamento de hoje foi apresentado um relatório, onde dizia que a pequena quantidade de Lorazepam encontrado no corpo de Michael, provava que ele não ingeriu os comprimidos perto do momento da sua morte.



E dai?

Isso entra em total contradição com o que foi dito dias atrás, quando falaram que o exame toxicológico de Michael Jackson apontou positivo para o remédio lorazepam.

Então..Michael ingeriu ou não ingeriu Lorazepam antes de morrer?



Se você acompanha esse Julgamento desde o começo, sabe que quase todos eles dizem que Lorazepam foi o remédio citado por Murray, quando perguntaram o que ele tinha dado para Michael, com o objetivo de desviar assim a atenção do propofol.

Tudo isso só prova que Murray estava mentindo, ao dizer que deu Lorazepam para Michael?

Eu poderia te dizer que sim, se até ontem o Lorazepam não estivesse presente na boca de quase 70% das testemunhas.

Lembre-se: que o exame toxicológico de Michael Jackson também apontou positivo para lidocaína, diazepam, lorazepam e efedrina, e deu negativo para drogas ilegais como maconha, cocaína, metanfetamina e outros.

A descrição foi feita pela investigadora Elissa Fleak, que examinou o quarto de Michael.

Então..Michael ingeriu ou não ingeriu Lorazepam antes de morrer? +1

Vamos falar sobre a continuação do depoimento de Steven Shafer:

“Especialista diz que a droga que matou MJ é boa“



O anestesista Steven Shafer foi a primeira testemunha a depor nesta quinta-feira, 20, na retomada do julgamento de Conrad Murray. Nesta quinta, o anestesista afirmou que Jackson morreu, provavelmente, porque sua língua obstruiu o fundo de sua garganta impedindo a passagem do ar. Segundo o médico, bastava que alguém tivesse elevado o queixo dele.

Shafer também disse que Conrad Murray cometeu 17 “violações”, nos procedimentos médicos padrões que contribuíram para a morte de Jackson.

O especialista em medicamentos anestésicos, Steven Shafer, disse, nesta quarta-feira, durante julgamento do médico do cantor, Conrad Murray, que o propofol, droga culpada pela morte de Michael Jackson em 2009, segue ótimo quando administrado corretamente.

O médico de Michael Jackson agiu como “um empregado” ao obedecer ao cantor dando a ele o sedativo que pedia, e cometeu “violações intoleráveis” de sua profissão, denunciou nesta quarta-feira um especialista em anestesiologia, durante o julgamento de Conrad Murray, em Los Angeles.

[...]

“A droga que matou Michael Jackson é boa”

Esse comentário soa até um pouco “ironico”, mas prometo que sobre isso eu não vou comentar.

Apenas um único desabafo:

- 2 dias ensinando como aplicar propofol

- pacientes com “medo” do remédio que matou Michael

- A droga que matou Michael Jackson não é perigosa

= esforço com o objetivo de convencer as pessoas, de que por mais que Michael tenha morrido disso, o propofol não é um remédio perigoso.



Bem diante de tanto “tédio”, quero compartilhar um artigo que saiu sobre a Hoax Death de Michael Jackson

A conspiração de Michael Jackson:
Ele foi assassinado? Ele está mesmo morto?

Com a continuação do Julgamento de Conrad Murray em Los Angeles, a vida de Michael Jackson parece mais controversa do que nunca. Mais de 40 anos atrás, apoiado por seus quatro irmãos e com apenas 10 anos, Michael Jackson se aproximou do microfone e cantou um dos clássicos de Jackson Five, conhecida com a canção “I Want You Back”. Hoje, milhões de seus fãs em todo o mundo estão dizendo o mesmo para ele, e se perguntando se ele realmente deixou a todos.

Desde a morte de Michael, perguntas não respondidas permanecem em relação ao que realmente aconteceu com o rei do pop.

Demorou oito meses para os investigadores apresentarem as provas, e acusar Conrad Murray por homicídio culposo. Ele era o médico pessoal que estava com Michael , quando seu coração parou de bater. Porém alguns membros da família do ícone do pop, e seus mais fervorosos fãs ao redor do mundo, afirmam que focar apenas em Murray é um erro.

Os irmãos de Michael Jackson; Jermanie e La Toya; estão entre aqueles que alegam que sua morte foi resultado de uma trágica conspiração para matar a estrela, e que Murray não cometeu o crime sozinho. Outros dizem que Michael forjou sua morte “estilo Elvis”, para escapar dos holofotes da mídia que o cercavam.

O que realmente aconteceu?

Em nossa galeria de fotos da “morte” de Michael Jackson, está incluindo uma que supostamente se trata dele morto.

[...]

Hmmmm…

Como podem ver, não somos os “únicos” que acham tudo isso uma contradição!

Não é interessante isso?

Nada é certo, tudo é uma contradição.

“Outros dizem que Michael forjou a sua morte “estilo Elvis”
Posso levantar a mão?

Era esse o objetivo de Michael! 

De citaram ele e Elvis como sinônimos da “loucura”, pelo simples motivo de que ambos não “morreram”.

Como as pessoas não percebem isso?

WTF!

Bem,

Eu realmente já cansei de falar sobre isso aqui.

Se a família diz que Michael foi assassinado, então por que raios eles não dizem isso para a Justiça?

Cade os demais “acusados” sentados ao lado de Murray?

É sério isso!

Como podem proclamar por algo, mas não fazer nada para alcançar tal coisa?

Isso é no mínimo estranho.

Enquanto o fato de citar Elvis nessa História, nós teríamos mais de 30 motivos para alimentar isso, e não apenas para afirmar que ele queria “fugir da midia”

Oh Guys!

Por hoje é isso.

Interessante mesmo será as testemunhas de Murray.

Qual será o grau da criatidade deles?

Enfim,

Nenhuma grande descoberta foi feita sem um palpite ousado

Arrisque-se!

Michael is alive! 

Fonte: Mulheres Luxo

0 Comments:

Post a Comment