BLOGGER TEMPLATES AND Gaia Layouts »

21 de set de 2010

Uma nova versão dos últimos dias do Michael


Contradições, contradições, contradições…Culpado, não culpado..Assassino, não assassino..Morto?Toda a moeda tem dois lados?A AEG respondeu as acusações de Katherine, e disse que Michael sabia o que estava fazendo.Leiam está matéria:
Com sua série de concertos esgotados faltando apenas quatro semanas, e uma falta doentia de Michael Jackson nos ensaios, o promotor deu a estrela seu ultimato: Comece com um novo médico para fazê-lo ir aos ensaios, ou nós vamos processá-lo por milhões.Vou continuar batendo nesta tecla: “Ele não queria fazer os 50 shows!”E Joe afirmou que sabia que ele iria arrumar um jeito, de não cumprir os 50 shows.É está a razão pelo qual eles processaram Michael:- Porque ele “morreu”, e não cumpriu o trato.Ou ele é culpado de morrer agora?
[CONT..]
……

Está dose de “amor duro”, administrado na casa de Jackson, que é acusado em uma ação iniciada nesta semana, que proporciona uma nova versão dos dias de Michael com uma dose de anestesia poderosa.

Na ação aberta pela mãe de Jackson, ele não é retratado como o rei rejuvenescido. O Rei do Pop está na fuga do seu retorno, como visto no filme This Is It, mas está como um cansado, e viciado em drogas aos 50 anos, mal consegue parar para ensaiar – e muito menos embarcar em uma série de concertos de alto risco.Mau consegue andar? Oi?This is it era a fulga dele? Oi? +1Embarcar em uma série de concertos de alto risco? Oi? +1Editaram bem THIS IS IT hein? Eu não vi nada disso.
Só uma coisinha aqui: a própria AEG está dizendo que ele estava em péssima condições físicas, mas produzem um filme denotando que ele estava bem? E agora usa como defesa, definições de que ele estava com a saúde frágil?Tem algo errado aqui!
[CONT..]


Para proteger seu investimento enorme e o potencial de lucros ainda maiores, alega a ação, a promotora da AEG Live contradiz o artista - dizendo que ele estava desorientado e com tremores em uma arena quente – em uma morte prematura por meio do atendimento de médico de pobres, o médico contratado pelo promotor: Dr. Conrad Murray.


Adorei o “médico de pobre”. Porque é isso que Murray parece ser.

Promotor nega as alegações de Katherine, e a porta voz da AEG diz ao Tribunal Superior da Justição de Los Angeles, que a ação é “impreciosa, infundada, e sem mérito”. Dr. Murray era médico pessoal de longa data de Michael Jackson, e a AEG não escolheu contratá-lo ou vigiá-lo.
BAM! Ainda era novidade para alguém isso? Já falei inúmeras vezes que Michael conhecia Murray, e que ele era médico dele e do Prince.

E como Dona Katherine não sabia disso? Como ela não sabia que Murray era médico dele, antes dos ensaios começarem? Hmmm..Outra contradição ai![CONT..]
A ação que alega quebra de contrato, negligência e fraude, fornece uma narrativa detalhada de táticas pesadas, quando a AEG nas semanas anteriores aos concertos de Jackson no Reino Unido, afirma que Jackson vacilou durante os ensaios.Quebra de contrato? Só existe uma única quebra de contrato aqui: ele não fez a turnê!!!!Táticas pesadas? Bem, ele não queria fazer 50 shows, e estava sendo obrigado.
[CONT..]
..

Segundo a ação, os promotores foram à casa de Jackson em Los Angeles no dia 18 de junho de 2009, e insistiu para ele parar de ver seu médico pessoal, Dr. Arnold Klein, e para parar de tomar os medicamentos de Klein, porque isso estava fazendo ele ficar ” sonolento e impedia ele de ensaiar “, diz a documentação legal.
,,,,,,
Ok! [/i]Agora a pergunta que não quer calar:

- Michael sabia que estava colocando a sua turnê tão importante em risco, e mesmo assim não fez nada?nada? nada? nada? nada?
Esse não é o Michael que eu conheço, me desculpa.
,,

“Amor resistente”, os promotores alegam que chamaram o artista e disseram : “Para de tomar os remédios do Dr. Murray, e não perca um outro ensaio”, os promotores teria dito, ‘ou vamos cancelar a turnê e processá-lo”

É engraçado ver como tratam ele, como uma adolescente rebelde e [i]inconsequente.[/i]Michael e sua “teimosia”. teimosia com um propósito?
Ao invés de agir razoavelmente, relaxar e cumprir o calendário de ensaios, e se recuperar de seus problemas físicos, AEG insistiu que Michael comparecesse a cada ensaio em um horário fatigante”, de acordo com os administradores da Saúde de Michael. Um mês antes, a ação também diz que, AEG tinha contratado Murray, um cardiologista de Las Vegas, o “medico pessoal de Michael”, por US $ 150.000 por mês, e uma casa alugada perto da sala de concertos em Londres, Murray teria se certificado que Michael tinha o sono necessário que precisava ter, e que fez de tudo, mas a saúde de Michael piorou, diz o processo. Murray bombardeou ele de sedativos como o Valium, Ativan , e a droga Propofol, um anestésico para pequenas cirurgias. Nos termos do seu contrato, Murray também devia receber da AEG uma enfermeira e equipamentos de RCP, mas estes nunca foram fornecidos, diz o processo.
É “irônico” ver Murray dizer que fez de tudo, mas que a saúde de Michael piorou. E logo depois a matéria cita as inúmeras drogas de remédios que ele deu ao paciente.
REALMENTE! Ele fez de TUDO!! só esqueceu de comprar o equipamento, fazer o procedimento de socorro certo, usar a ética profissional para o bem do paciente, e ligar para o 911.
E aqui vemos o “poder” que Michael tinha sobre Murray.


O que Michael vivia dizendo mesmo? “Tenho medo de morrer”
Hmmm..
Se ele se importasse tão pouco com a sua vida, ele não teria registrado o seu medo, preocupação e aflição naquelas fitas. Não concorda?
De novo os equipamentos. Eu gostaria de ter uma razão bem CLARA, para explicar a ausência deste equipamento.Pois é claro que ele iria ser a peça chave no futuro..

Em 21:30 em 18 de junho, horas depois da reunião, Jackson apareceu no ensaio “visivelmente agitado” e “ parecia estar fora de si naquele dia”, diz o processo. Em casa naquela noite, Murray administrou o cocktail sedativo e habitual, incluindo o Propofol, ainda sem o equipamento de reanimação e suporte de enfermagem, ele esteve de volta no ensaio no dia seguinte “, Jackson estava chateado, não coerente, e parecia drogado e desorientado”, diz o processo
mm

“….ainda sem o equipamento de reanimação…”

OMG! Eles já sabiam que ele não estava bem, e mesmo assim não COMPRARAM um equipamento?
WTF!

Isso é muito sem sentido! Pelo amor..Michael era milionário. Aff..
“Tinha que ter um aquecedor”. Depois de um fim de semana do Dia dos Pais, Jackson voltou para o ensaio em 23 de junho “frio”, diz o processo.” “Seus assistentes tiveram que lhe dar várias camisas para usar sob o casaco, longa e pesada. Embora estivesse morno no Staples Center naquele dia, e embora o ensaio fosse vigoroso, Jackson teve que usar um aquecedor naquele dia.”
Ele estava com muito frio porque estava “doente”, mas estava dançando e cantando perfeitamente?
Contradição again..
O processo diz: “AEG estava bem consciente de sua condição, mas não adiou nenhum ensaio..”
Bem, se a AEG está afirmando que inúmeras vezes tentou falar com Michael sobre as drogas, mas mesmo assim ele não parava.Quem está errado aqui?
A ação diz que Jackson estava em má forma em 24 de junho, e também com tremores e desorientado aparentemente. Isto está em contradição com a imagem de Jackson pintado por outras testemunhas, que disseram que ele parecia entusiasmado e saudável naquela noite enquanto ele corria através de clássicos como “Wanna Be Somethin ‘Startin’”, “Billie Jean”, “Smooth Criminal” e ” She’s Out of My Life “. He and his dancers also performed “Thriller” in full costume. Ele e seus dançarinos também tocaram “Thriller” em traje de gala. Eles trabalharam até a meia-noite.

“.. e também com tremores e desorientado aparentemente. Isto está em contradição com a imagem de Jackson pintada por outras testemunhas, que disseram que ele parecia entusiasmado e saudável naquela noite..”HAH!
Adoro uma contradição.
mm

Segundo vários relatos, Jackson chegou em casa cansado, mas tinha problemas para dormir naquela noite. Murray contou à polícia que ele deu ao Jackson às 10:40 da manhã do dia 25, 25 miligramas de Propofol na IV. Murray, ainda sem o aparelho de ressuscitação cardíaca que ele deveria ter, era incapaz de salvar a vida de Jackson.
,,,

O que eu disse acima? ” A ausência do aparelho teria um motivo depois…”
E o motivo seria esse? Michael Jackson morreu, porque o aparelho não estava lá.

Aliás…eles esperaram meses para falar desse aparelho? E o socorro de forma errada? Onde foi parar?

É claro que essa história de falta de equipamento, é apenas mais um motivo para inocentar Murray! E com a “ajudinha” da dona Kathe, que disse que foi a AEG que não deu o equipamento.

Imagina se todos os médicos tivessem o mesmo comportamento de Murray? E não abrissem a boca? #medo
……

O legista que fez a autópsia no dia seguinte , e concluiu que Jackson morreu de intoxicação aguda de Propofol, e que ele tinha uma “polifarmácia” de drogas em sua casa. Charles Peckham, um advogado civil de Murray, se recusou a discutir o caso em detalhes, definindo isso como contencioso cível e criminal. Os advogados de Katherine devem ir atrás dele também. Murray também está aguardando audiência preliminar, sobre uma carga de homicídio involuntário interposto pelo Departamento de Los Angeles.
“Dr. Murray tem um grande respeito por Katherine Jackson e pelos filhos de Michael Jackson, e quer lhes dar toda a paz que merecem pelo sofrimento da perda de seu filho e seu pai”, diz Peckham. “Mas para o Dr. Murray, é apenas mais um dia e outro processo.”
……….
Dr. Murray tem um grande respeito pela família?
Era para rir? Que cômico!
E por que ele iria se importar? É apenas mais um dia, e mais um processo…LOL!
Resumindo: AEG não tem ligação alguma com Murray, e não tem “culpa” de forma direta pela “morte” dele. É aqui entra a grande “caroço” desse angu, pois se Murray era médico pessoal do Michael, a AEG não tem nada a ver com isso.
Repito: de forma DIRETA ela não tem nada a ver, pois está muito claro que eles estavam colocando pressão encima do Michael, e está mais claro ainda que ele não sabia como ia sair dessa.Ou sabia?E aqui entra o processo, porque ele “morreu”…lalaMichael sabia que estava “doente”, mas não fez nada em relação a isso?Michael estava mesmo doente? Eu acho que não.
Quem é fã do Michael sabe o quanto ele é responsável, perfeccionista e profissional. Basta ver THIS IS IT para comprovar isso.Ou alguma vez Michael decepcionou os fãs?
E vale lembrar que estamos falando de uma turnê que marcaria a volta dele, uma grande equipe de produção, alta tecnologia e modernidade.Acha mesmo que ele colocaria em risco tudo isso? Depois de 10 anos fora do palco?O que ele disse sobre a volta dele? “Na minha humilde opinião, o melhor está por vir..”Com esse argumento, ele deixa claro a sua dedicação a turnê. GREAT!
Katherine acusa AEG de não fornecer o equipamento, mas sabia todo esse tempo que o filho tinha problemas de saúde.Ok! E o que Joe disse? Acusou ela de saber disso, mas não fazer nada.
Katherine diz que a AEG contratou Murray, mas não sabia que ele era médico pessoal do filho e do neto?Putz! O que eu vejo? Que Michael “fingiu” estar doente, para não cumprir os shows?
Eles dizem: “Michael Jackson estava fraco demais, em péssimas condições de saúde. Ele estava viciado em drogas, e o médico não sabia como controlar uma celebridade viciada. Michael sofre uma parada cardíaca, mas sem a ausência do aparelho ele morre. E por que ele sofreu a parada? Bem, ele era um viciado..se esqueceu? E por que não tinha o aparelho? Porque esqueceram de comprar. Putz! Isso é culpa de quem? O pequeno esquecimento de Murray matou o Rei do Pop, mas isso foi um pequeno esquecimento. Então..logo logo ele será livre. E estará livre pelo simples motivo, que Michael sabia o que estava fazendo. Então quem poderá culpar o médico pessoal dele?”Uma ótima teoria que faz todo sentido.Ele estava magro, doente, drogado e fora de si, diz AEG.Ele estava feliz, saudável, empolgado e ansioso, diz dançarinos, Kenny Ortega e as imagens de This is it.É uma disputa de contradições, onde eles mesmos se perdem na ânsia de acertar. Me permita abrir um parêntese?
Tanto AEG quanto a família de Michael, concordam que ele estava fraco, doente e viciado em drogas.Então, você concorda comigo que tem algo errado aqui?
Sendo assim: o que realmente aconteceu com o Michael? Agora o equipamento é o culpado de tudo! A amnésia de Murray matou Michael, e o vicio de Michael matou ele mesmo.Matou mesmo? Ou uma imagem NÃO vale mais que mil palavras?
This is it, this is it…
Michael is alive!
Link da notícia:http://www.people.com/people/article/0,,20427138,00.html

Fonte: Mulheres Luxo

0 Comments:

Post a Comment