BLOGGER TEMPLATES AND Gaia Layouts »

10 de jan de 2012

Como eu estou vendo que o único assunto do momento é sobre o filme da Paris Jackson, eu prefiro não dar muito destaque a isso.

Bem…teremos que esperar o tal filme ser lançado.

Aliás, Paris estará no programa da Ellen amanhã.

O trecho acima se trata de um teaser da entrevista, e abaixo um resumo do que ela irá falar:

“Tantos fãs já sofreram com a morte de seus ídolos, mas não conseguimos imaginar o efeito que a morte de Michael Jackson teve em seus filhos.

Ainda bem que Paris Jackson contou ao mundo o que atualmente sente a respeito disso tudo, durante uma entrevista no programa de Ellen DeGeneres. Entre os pontos mais importantes, Paris contou que usa a memória do pai como a grande inspiração para correr atrás de seus próprios sonhos.

A jovem Jackson também falou sobre sua última novidade, a sua estreia como atriz, explicando também como foi a experiência de usar máscaras na infância para esconder o rosto (ideia de Michael), e qual foi a coisa mais memorável que seu pai já lhe disse.

Ficaremos surpresos em ouvir o que Paris tem a dizer sobre sua carreira cinematográfica, mas ela explica que isso já estava nos seus planos há muito tempo.
Jackson diz a Ellen, “Sempre quis atuar desde pequena. Meu pai estrelou aquele filme Moonwalker e sabia que ele cantava muito bem, mas não sabia que ele poderia atuar. Assisti aquilo e disse: “ – Uau! Quero ser igual a ele”.

“A gente brincava de improvisar juntos. Ele contaria certo cenário, história e dizia: ‘Ok, nesta cena você terá que chorar’. E eu chorava bem na hora”, ela falou sobre as brincadeiras de teatro que fazia com seu pai.

Em relação a usar máscaras durante a infância para esconder seu rosto e identidade, isso poderia ser bem estranho para uma jovem, mas Paris sabia que seu pai só estava fazendo para isso para o seu bem, “para proteger e lhe dar a chance de ter uma infância normal”.
“Eu pensava: isso é estúpido. Por que estou usando uma máscara? Mas aí comecei a perceber, á medida que fui crescendo, que ele só fazia isso para nos proteger e sempre explicava isso também”.

Sobre o conselho mais importante que Michael Jackson contou à filha Paris… Preparem-se!
“Ele disse: se eu morrer amanhã, nunca se esqueça o que eu te disse. Aceitei o seu conselho e hoje eu lembro de tudo que ele me contou”, confessou Paris.

O programa vai ao ar nesta quinta-feira, 15, na televisão americana.

[...]

“Se eu morrer amanhã…”

#shiu



É engraçado saber que a sinopse do filme é de 2007 (se eu não me engano), quando vemos que eles finalmente acharam a estrela para o filme que estava dentro da gaveta. Um filme que inclusive se trata especificamente sobre a conscientização ambiental.

Hmmmm..eis que surge Paris!

Paris e suas aulas de interpretação ao lado do Michael. [...]

Bem, vamos ao que interessa.

Não é novidade para ninguém que acredito fielmente que Michael usou Elvis como sinal, pois também queria ouvir que ele não tinha morrido e etc.

Também já falei sobre Tupac aqui, assim como Jim Morrison e Cia.

Todo mundo sabe a minha opinião sobre isso.

Mas hoje quero falar sobre um personagem extraordinário.

Alguém aqui já viu o filme “O aviador”? Conta a história sobre Howard Hughes.

E o meu objetivo aqui é falar sobre Howard Hughes e Michael Jackson.

Por que?

Por inúmeras razões é claro, mas especificamente porque a semelhança entre eles vai mais do que dois simples bilionários.

Por favor me acompanhe com cautela:

1° Howard Hughes morreu como Michael Jackson: parada cardiaca

2° Howard Hughes morreu como Michael Jackson: prescrição exagerada de remédios e médicos incompetentes

3° Howard Hughes morreu como Michael Jackson: “louco” e sozinho

4° Howard Hughes era como Michael Jackson: um gênio.

5° Howard Hughes e Michael Jackson: usavam o remédio “Valium” e Demerol

Isso é tão incrível, então vamos lá!



A morte também envolve um médico negliente:

Dr. Wilbur Thain foi acusado de prescrever remédios ilegais para Hughes em 1981

Três anos após a morte de Howard Hughes aos 70 anos, seus últimos anos como o recluso mais famoso do século ainda são ensombradas por carga polêmica. Entre outras coisas, tem sido sugerido que o uso pesado de codeína e Valium levou Hughes à morte. O médico de Hughes, Dr. Wilbur Thain de 53 anos, nega em público a alegação de que seu paciente morreu de prolongada doses maciças de aspirina. Thain era um estudante de medicina da USC em 1948, quando seu meio irmão Bill Gay se tornou presidente da Corporação Summa, e Hughes o contratou como secretário.

Após a formatura em 1952 Thain recusou um trabalho com Hughes, e foi para um consultório particular. Duas décadas mais tarde, ele foi convencido a participar da equipe médica pessoal de Hughes em 1975, e tornou-se seu chefe com um salário anual de US $ 60.000. Thain, que pronunciou Hughes morto em 1:02, do 5 de abril de 1976, a bordo de um avião privado com destino a Houston, passou a maior parte dos últimos 13 meses no tribunal.

No outono passado um júri federal decidiu que o médico tinha em prescrevido codeína para Hughes, e ele foi exonerado sob a acusação de que ele tinha fornecido ilegalmente drogas ao seu paciente.

E estrelado por Michael Jackson como Howard Hughes
Com os detalhes escabrosos dos últimos dias de Michael Jackson, devemos cada vez mais nos lembrar da morte de Elvis Presley, como alguns especialistas erroneamente sugerem, mas nos lembram mais ainda do residente mais escandaloso de Las Vegas, o recluso bilionário Howard Hughes Robard.

Órfão aos 17 anos, Hughes deixou a escola para assumir o controle dos negócios da família baseada no Texas, a Hughes Tool Company, que fez fortuna através de uma patente, é realizada por um pouco de perfuração de petróleo especial. Hughes enriqueceu-se ainda mais nos negócios do petróleo, aviação, eletrônica, filmes, e vastas propriedades imobiliárias (particularmente em Las Vegas).

Que Hughes era maluco é indiscutível, ele apresentou os sintomas de grave e agudo transtorno obsessivo-compulsivo no início de sua vida. No momento em que ele se mudou para Las Vegas em 1966 a sua obcessão em manias já estava em andamento. (E como vemos na imprensa de hoje, quando Jackson se mudou para Las Vegas em 2007 para estar perto de Celine Dion; a sua nova obsessão pessoal em sua vida; o astro pop estava tão fora de contato com a realidade e com uma vida saudável, que a intervenção de sua irmã Janet falhou). Quando o Desert Inn ameaçou expulsar Hughes, ele simplesmente comprou o hotel e se mudou para a suite “penthouse”. Ele “engoliu” as outras propriedades também como: Nova Fronteira, Castaways, Landmark, Sands e Silver Slipper.

Hughes, como Jackson, estava obcecado com o controle sobre sua enorme fortuna, seu corpo físico, da dor perpétua que o atormentava, e sua imagem pública. No momento em que ele se estabeleceu em cima Las Vegas como sede para o seu império, excentricidades Howard começaram a aparecer – especialmente uma fobia de germes – ele tinha uma loucura absoluta. Ele havia se transformado em um homem de cabelos com idade (ele só cortava o cabelo e as unhas uma vez por ano), enfurnado em sua suíte escura, falando com fantasmas e um pequeno grupo de homens escolhidos a dedo. Ele também sofreu os efeitos de longo prazo de dependência particularmente a morfina, como resultado do seu acidente quase fatal na aeronave XF-11 em Los Angeles em 1946.

Ops!

Morfina?

Hmmm..

Quando o lendário Howard Hughes morreu em 05 de abril de 1976, seu quadro de peso era assustador, e sua descrição física era descrita como magro. Raios-X revelaram agulhas hipodérmicas quebradas e incorporados em seus braços, além de uma desnutrição grave. Só hoje a CNN e outras fontes de mídia falaram sobre a condição do corpo de Michael Jackson após sua morte, que assim como Hughes estava magro, e que as veias em seus braços tinham sido desmoronado por injeções de drogas crônicas IV.

Isso merece destaque:

- Agulhas quebradas

- Magro

- Injeções de drogas

Está me acompanhando?

[CONT..]

Fiel à forma, Michael Jackson guiou o seu destino e, em seguida deu um check-out no Hotel Grand, num estilo não muito diferente de outro bilionário muitas vezes brilhante, e que também foi o centro de escândalos, emocionalmente e psicologicamente danifico sob o lixo da imprensa. Mas que não se encaixa na patologia de Elvis Presley, Michael Jackson no final transformou-se em Howard Hughes.

Hubert Humphrey também se envolveu no escândalo com Nixon, ao fazer um empréstimo de 205.000 milhões de dólares para o irmão do presidente dos EUA.

No final de 1971, Donald Nixon estava coletando informações para o seu irmão em preparação para a próxima eleição presidencial.

Hughes exibia sinais de doença mental, principalmente transtorno obsessivo-compulsivo . Amigos relataram que ele estava obcecado com o tamanho de ervilhas, um de seus alimentos favoritos, e usava um garfo especial para classificá-los por tamanho.

Após o incidente na sala de projeção, Hughes se mudou para um andar no Hotel Beverly Hills . Ele também alugou vários outros quartos para seus assessores, sua esposa, e suas numerosas namoradas.Seu comportamento errático continuou. Ele se sentaria nu em seu quarto com um guardanapo rosa do Hotel, colocado sobre seus órgãos genitais enquanto via filmes. Em um ano, ele gastou cerca de US $ 11 milhões no hotel.

Em um ataque de obsessão com seu estado natal, Hughes começou a comprar todas as cadeias de restaurantes e hotéis de quatro estrelas que tinha sido fundada dentro das fronteiras do Texas.

Hmmmm…

Michael também era um compulsivo por compras.

[CONT..]

Uma vez que um dos homens mais visível nos Estados Unidos, finalmente desapareceu da vista do público; embora os tablóides continuaram a seguir os rumores de seu comportamento e paradeiro. Ele foi relatado como um doente terminal, mentalmente instável ou até mesmo morto.

Michael também era um louco para a maioria.

[CONT..]

Howard Hughes acompanhado por sua assessoria, começou a se mover de um hotel para outro, tendo sempre a residir na cobertura do piso superior. Durante os últimos dez anos de sua vida, de 1966 a 1976, Hughes vivia em hotéis em Beverly Hills, Boston, Las Vegas, Nassau, Freeport, Vancouver [ 43 ] , de Londres , Manágua , Acapulco , entre outros.

Ei

Quem mais adorava morar em Hotéis, e vivia se mudando? Michael

FOCO!

Hotel Beverly Hills? O que isso te lembra?

- Ligação 911

- Aniversário de Janet no Hotel Beverly Hills

- Michael também morou no Hotel Beverly Hills

[CONT..]

Hughes queria mudar a imagem de Las Vegas para algo mais glamouroso do que era. Como Hughes escreveu em um memorando para um assessor: “Eu gosto de pensar em Las Vegas em termos de um homem bem vestido em um smoking, e uma mulher bonita de jóias e saindo de um carro caro.”

Las Vegas?

Isso te lembra alguém?

Elvis Presley.

Aliás…dizem por ai que Elvis era amigo de Hughes, tanto é que Elvis fez seu primeiro show em um dos Hotéis dele.

#reflita

[CONT..]

Hughes foi relatado morto em 05 de abril de 1976, às 01:27 a bordo de uma aeronave de propriedade de Robert Graf, e pilotado por Jeff Abrams, a caminho de sua cobertura no “Hotel Fairmont Acapulco Princess” no México, para o Hospital Metodista em Houston, Texas. Alternativamente, outras contas indicam que ele morreu no vôo de Freeport Grand Bahamas para Houston. Suas atividades reclusas (e possivelmente, seu uso de drogas) deixou praticamente irreconhecível os seus cabelos, barba, e unhas longas. FBI teve que recorrer a impressões digitais para identificar o corpo.

Oi?

“Hughes estava tão irreconhecível quando morreu, que precisavam fazer impressão digital”

Lembro claramente que saiu a mesma coisa sobre Michael, onde os paramédicos disseram que não o reconheceram quando chegaram a sua casa.

[CONT..]

A posterior autópsia revelou insuficiência renal como causa da morte. Hughes estava em um estado físico muito mau no momento de sua morte. Ele sofria de desnutrição. Enquanto seus rins foram danificados, seus outros órgãos internos, incluindo o seu cérebro , foram considerados perfeitamente saudável.

É interessante ver que tanto Hughes quanto Michael foram considerados “acabados”, devido a aparência física na hora da morte. Ambos eram loucos, viciados, doentes mentais.

Tô mentindo? Não é assim que falam de Michael Jackson?

Outro artigo falando sobre os dois:

Por favor, leia tudo.

Caso Jackson: Destaques na Ética Médica

A morte do Rei do Pop e um dos maiores bilionários do mundo, tem mais em comum do que você imagina.

No mês da morte de Michael Jackson, assim como a de Howard Hughes em 1976, revelou o lado oculto de uma figura famosa reclusa, que envolveu esquemas elaborados para obter medicamentos prescritos. Ambos os homens começaram um regimento de analgésicos após um acidente: Hughes após acidente de avião em 1946, e Jackson após sofrer queimaduras no set de um comercial da Pepsi em 1984. Ao longo do tempo, cada um desenvolveu uma tolerância de narcóticos que lhes permitia consumir doses letais de outra forma.

O que se seguiu a morte de Hughes, como muitos outros a cada ano, pode muito bem seguir a morte de Jackson: um julgamento criminal contra um ou mais médicos do cantor pop. O caso Hughes não foi o primeiro, e Jackson certamente não será o último. Tais casos invariavelmente chamam a atenção para a ética médica, e a influência das celebridades.

A investigação no caso Jackson tem centrado no cardiologista pessoal do astro, Dr. Conrad Murray, que estava presente quando Jackson morreu.

Dr. Floresta Tennant atuou como perito no caso de 1978 contra o Dr. Wilbur Thain, que foi acusado de prescrever ilegalmente Hughes, e o caso em 1981 contra o Dr. George Nichopoulos , que foi acusado de excesso prescrição para Elvis Presley, Jerry Lee Lewis e sete outros. Os dois médicos foram absolvidos de acusações criminais e manteve suas licenças médicas. “Os famosos como Jackson, Howard Hughes ou Elvis Presley tinha dinheiro o suficiente, a privacidade o suficiente, graves problemas de saúde, e por isso tinham a necessidade de ter médicos em seu redor”, disse Tennant, que tratou a sua própria quota de pessoas famosas. “A disposição dos médicos para assumir esse papel na minha experiência, equivale sempre a ter que violar padrões éticos.”

Para um médico a ser condenado por delito penal, a acusação deve provar que o médico deliberadamente prescreveu com exagero os medicamentos, ou sabia que as prescrições eram falsificados. Por exemplo, as autoridades da Califórnia no início deste ano cobraram dois médicos que cuidaram de atriz e modelo Anna Nicole Smith, que morreu de uma overdose de drogas em 2007, em parte porque os médicos supostamente escreveram prescrições para Smith sob pseudônimos.

“Quando os médicos se colocam nessas posições, cantos vão ser cortados”, disse Tennant. “É bastante óbvio agora que essas coisas aconteceram no caso Jackson.”

FOCO aqui:

- Por que todos os médicos citados acima foram absolvidos, mas somente Conrad Murray não?

É preciso conter o “caos”




Michael Jackson e Howard Hughes: Dois lados da mesma moeda?

Agora, Hughes morreu em 5 de abril de 1976 em meio a circunstâncias misteriosas. Ele dizia ter se tornado extremamente excêntrico. Alguns especulam que ele era o homem do dinheiro por trás de Watergate, e que Richard Nixon não teria sido forçado a demitir se.

No início dos anos de 1970, o então homem mais rico do mundo foi encontrado na Inglaterra voando nua, que aparentemente não foi incomum. No final de sua vida secreta cercou-se por médicos, ainda que na morte a única maneira que ele pudesse ser identificado foi através de impressões digitais. Ele era um gênio em muitos níveis, mas a sua vida mais tarde foi nublada com seu comportamento errático.

Há aqueles que dizem que Hughes tinha permissão para morrer por seus assessores que estavam mais interessados em ganhar dinheiro para eles, invés de cuidar de Hughes. Há aqueles que dizem que ele realmente morreu em Acapulco, e a história era simplesmente uma invenção para adicionar ao seu legado.

Outro Hughes?

Agora, isso soa familiar? Quem mais ganhou grande fama e fortuna como um jovem? Quem mais foi apelidado de gênio pela inovação que trouxe para o seu campo? Quem mais se tornou mais tarde extremamente excêntrico e misterioso? Quem mais morreu de circunstâncias misteriosas deixando uma vasta propriedade? Michael Jackson. E agora, como Hughes, há acusações e especulações de que sua morte não é o que parecia ser.

Eu não acho que Jackson correu nu o tempo todo, mas havia um material estranho como sua aparência sempre em mudança, balançando seu filho de uma janela, e ter meninos em sua cama.

Além do mais a sua irmã LaToya, diz que Michael foi assassinado por aqueles que queriam o seu dinheiro. Eu desenhei esta comparação em meu próprio punho, mas eu vi que seu pai; Joe Jackson; também comparou os últimos dias de Michael com os de Hughes . Então, eu suspeito que vamos ouvir mais dessa comparação nos próximos dias. Joe Jackson também diz que ele foi morto por pessoas que pretendiam ganhar dinheiro com sua morte , e temos os ingredientes de uma história que vai viver por muitos anos.

Parece estranho que um homem como Hughes caiu em problemas de saúde como doença mental e tóxico dependência. E parece estranho que um homem como Jackson teve acesso aos medicamentos, e que ele estava aparentemente viciado. Você sabe quem mais vem à mente com um cenário semelhante? Elvis Presley.

[..]

Hmm..

Aliás, Nixon lembra quem? Elvis Presley

Leram bem o que o jornalista disse acima?

“Há aqueles que dizem que Hughes tinha permissão para morrer por seus assessores, que estavam mais interessados em ganhar dinheiro para eles”

“LaToya, diz que Michael foi assassinado por aqueles que queriam o seu dinheiro”

“Joe Jackson comparou os últimos dias de Michael com os de Hughes”

[CONT..]

Talvez seja justo falar que Hughes e Jackson estavam com muito medo pela sua fama e fortuna. Talvez eles foram sim homens que fizeram tudo o que o chefe disse. Ou talvez, como alguns pensam que aqueles que cercaram esses dois homens foram cúmplices em cada morte, porque eles estavam interessados em ganhar dinheiro. Eu não sei. Porém me pergunto muitas vezes se a fama e a fortuna que muitos procuram realmente vale a pena o esforço.

Eu me pergunto, como essas pessoas que aumentaram notoriedade e fama, não conseguiam ficar um tempo sozinho e longe dos olhos do público, se talvez algum deles não desejou ter uma vida “normal”. Hughes se esforçou por anos para se afastar, e fugir dos holofotes, enquanto Michael Jackon costumou repetir antes de morrer que queria que o deixassem sozinho.

Se eu pudesse perguntar algo agora, eu perguntaria se a vida que eles viviam realmente valia a pena, mesmo sendo tão curta. Quero dizer, é realmente tão bom ser o rei?

A “coisa” não acaba aqui:

Joe Jackson compara a morte de Michael com Hughes



Pai de Michael Jackson culpou assessores de seu filho, por tornar o astro um recluso como o obsessivo compulsivo aviador Howard Hughes.

O patriarca do clã Jackson alega que ele tentou desesperadamente chegar ao seu filho por anos antes de sua morte, mas foi proibido por seus assessores pessoais.

E ele insiste que era aquele grupo de funcionários que transformou seu filho em um excêntrico; como Hughes; que sofreu um colapso nervoso enquanto estava em sua mansão.

Ele diz: “Sua relação era diferente porque ele estava protegido pela guarda de segurança. Não foi só a mim, mas a Katherine também. Trataram ele exatamente como eles fizeram com Howard Hughes.

“Eu sabia que as pessoas não estavam tratando-o bem no início, mas não havia nada que eu pudesse fazer. Todos estavam traindo ele”.

[...]

Obrigado Joe Jackson por isso.

Atenção aqui.

Howard Hughes assim como Michael tentavam fugir dos holofotes, e usavam das mais varias formas “exóticas” para conseguir isso.

Existe um momento hilário que Howard Hughes “enganou” a mídia, ao se disfarçar envolvendo seu rosto com ataduras, e desfilando encima de uma cadeira de rodas.

Leia:

Em 1972, Howard Hughes apareceu no St. Regis Hotel em Nova York, envolvido em ataduras, dizendo que ele ia ser congelados por criogenia e voltar quando o mercado de ações atingisse o pico. A conferência de imprensa foi realizada e um grande grupo de repórteres estavam presentes. Após o interrogatório, Hughes sai apressadamente em sua cadeira de rodas, até que ficou preso na porta giratória do Hotel. A segunda conferência de imprensa aconteceu alguns dias depois, durante o qual foi revelado que não era Hughes quem estava sentado ali na cadeira e abaixo das ataduras, mas era sim Alan Abel o homem debaixo das bandagens. Esse episódio ficou conhecido como “A farsa da midia”, quando Hughes conseguiu finalmente enganar os jornalistas.

Pai de Michael Jackson culpou assessores de seu filho, por tornar o astro um recluso como o obsessivo compulsivo aviador Howard Hughes.

O patriarca do clã Jackson alega que ele tentou desesperadamente chegar ao seu filho por anos antes de sua morte, mas foi proibido por seus assessores pessoais.

E ele insiste que era aquele grupo de funcionários que transformou seu filho em um excêntrico; como Hughes; que sofreu um colapso nervoso enquanto estava em sua mansão.

Ele diz: “Sua relação era diferente porque ele estava protegido pela guarda de segurança. Não foi só a mim, mas a Katherine também. Trataram ele exatamente como eles fizeram com Howard Hughes.

“Eu sabia que as pessoas não estavam tratando-o bem no início, mas não havia nada que eu pudesse fazer. Todos estavam traindo ele”.

[...]

Obrigado Joe Jackson por isso.

Atenção aqui.

Howard Hughes assim como Michael tentavam fugir dos holofotes, e usavam das mais varias formas “exóticas” para conseguir isso.

Existe um momento hilário que Howard Hughes “enganou” a mídia, ao se disfarçar envolvendo seu rosto com ataduras, e desfilando encima de uma cadeira de rodas.

Leia:

Em 1972, Howard Hughes apareceu no St. Regis Hotel em Nova York, envolvido em ataduras, dizendo que ele ia ser congelados por criogenia e voltar quando o mercado de ações atingisse o pico. A conferência de imprensa foi realizada e um grande grupo de repórteres estavam presentes. Após o interrogatório, Hughes sai apressadamente em sua cadeira de rodas, até que ficou preso na porta giratória do Hotel. A segunda conferência de imprensa aconteceu alguns dias depois, durante o qual foi revelado que não era Hughes quem estava sentado ali na cadeira e abaixo das ataduras, mas era sim Alan Abel o homem debaixo das bandagens. Esse episódio ficou conhecido como “A farsa da midia”, quando Hughes conseguiu finalmente enganar os jornalistas.


Desculpa, mas eu ri.

E ai?

Isso te lembra alguém?

Yeah…

Michael fez quase a mesma coisa para tentar fugir dos paparazzos.

Aliás,

Não é novidade para ninguém que Michael andava por ai em cadeira de rodas.






E daí?

Leia isso:

Jermane disse que seu irmão não era viciado em drogas, e que ele conheceu o Demerol entre 2000 até 2001 por sentir fortes dores. Ele completa dizendo que seu irmão só queria dormir e confiou num médico que o matou. A última vez que ele viu Michael foi em maio, antes de sua morte, em uma festinha que fizeram para ele. Ele disse que a foto de Michael que foi divulgada numa cadeira de rodas foi uma jogada do próprio Michael, para poder causar espanto ao divulgar sua turnê “This is it”.

WTF”

“A foto de Michael que foi divulgada numa cadeira de rodas foi uma jogada do próprio Michael, para poder causar espanto ao divulgar sua turnê “This is it”.

E depois eu sou “louca” por pensar que ele forjou a morte. (risos)



Damn!

Posso confessar?

Eu sempre disse que as fotos de Michael em suas cadeiras de rodas se tratava de um golpe dele para parecer que tinha uma saúde frágil. Eu disse isso nos videos do Elvis.

Jermanie obrigado por isso.

Agora veja isso.

Se lembra de Arno Bani? Foi ele quem tirou a foto de “Blue Eye”.

Logo após isso ele revelar novas fotos desse ensaio, e transformou tudo isso em um livro. Postei isso aqui.

Hmmm…e daí?

E daí que Arno Bani nesse livro faz referência à Howard Hughes.

Leia:

Arno Bani cita: “a mão de prata em seu coração, um jovem em uma máscara se torna um ser de outro mundo, um fugitivo de uma galáxia distante que o deixou polvilhado com pó de estrelas, e onde ele sonha em voltar um dia como Howard Hughes. Ele cria mundos e atira através dos céus em alta velocidade. Seus olhos são tudo o que pode ser visto, infantil e delicado, sempre à procura da estrela inalcançável. Um viajante galáctico, Michael dança em uma nuvem estrelada como uma criança. “Não vamos perguntar para a lua “, ele parece dizer. “Nós temos as estrelas “. Arno Bani/fotógrafo

“ele sonha em voltar um dia como Howard Hughes..”
Voltar?

Se ele for espírita, tudo bem.

E falando em “voltar” tudo isso se torna mais “excitante”, se não existisse um elemento fundamental que liga esses dois homens.

Assim como Michael, Howard Hughes também teria forjado a morte.

Primeiro: não sei nada sobre a morte dele, ok?

Estou te pedindo atenção para o fato dele também ser vitima dessas “Teorias Conspiratórias”.

Se alguém é “vitima”, é porque algo aconteceu para as pensarem isso.

Essa é a mesma razão que citei Tupac, pois acredito seriamente que Michael sempre quis fazer isso. É a minha opinião, sendo assim não me critique.

Existe um livro que fala sobre Howard Hughes e sua suposta “morte falsa.”



“O mundo acredita que Howard Hughes morreu em 5 de abril de 1976, com a idade de 71 e que ele estava usando o pseudônimo de “John T. Conover” quando seu corpo chegou ao necrotério, em Houston no Texas, no dia da sua morte . Mas o mundo pode ter que mudar, em relação o que ele acredita sobre Howard Hughes desde a publicação deste livro, onde afirma que Howard Hughes realmente viveu até os 96 anos e morreu recentemente, em 2001, no Alabama depois de assumir a identidade de outro homem em 1969 , que seria um homem mentalmente perturbado e viciado em drogas, e que teria se casado com Eva Renee McLelland por 31 anos. Isso provavelmente soa como “absurdo” para você como soou para mim, antes de eu ler o livro “Boxes – A Vida Secreta de Howard Hughes Boxes. O livro apresenta evidências exaustivamente pesquisadas, abundantemente documentadas, e convincentemente fascinantes. Em 1969, quando Hughes escapou do Deserto Inn, onde ele viveu em reclusão por três anos, ele deixou em seu lugar uma concha de um homem sem-teto, que ele pegou presumivelmente nas ruas de Las Vegas. E foi esse homem que se passou por “Howard Hughes”, e que foi arrastado ao redor do mundo nas macas de (Bahamas, Nicarágua, Canadá, de volta para a Nicarágua, em Londres, de volta para o Bahamas, e Acapulco), supostamente em seu leito de morte por sete anos , até que o pobre homem, John T. Conover ou quem quer que fosse, morreu de negligência. Enquanto isso o verdadeiro Howard Hughes de acordo com o livro, mudou-se para a Zona do Canal do Panamá, mostrando-se em setembro de 1969, posando como um supervisor de manutenção de aeronaves em Howard Air Force Base, e conduziu os seus negócios através de um quadro de assessores sombrios. Por vezes fazia reunião de alto escalão, voava nas aeronaves experimentais, e conversa por telefone com os amigos, parceiros e jornalistas nos próximos muitos anos, até que ele desapareceu para sempre, vivendo com sua esposa Eva.

Quem seria o impostor?

Verner Nicely nasceu em 1921 em Ohio, serviu na Marinha durante a Segunda Guerra Mundial, passou a trabalhar no Panamá para a CIA na década de 1950, e foi ouvido no final de 1967, quando ele foi designado para a Guerra para incipiente sobre Drogas na América do Sul. Verner Nicely era 15 anos mais jovem, cinco centímetros mais curtos, e tinha olhos de cores diferentes de Howard Hughes, mas Hughes se passou como “Nik” muito bem, ele pronunciou NICK-e-ly) quando conheceu Eva McLelland no Panamá, em outubro 1969.Os dois se casaram no Panamá, em 13 maio de 1970 (mais de um ano antes do divórcio de Hughes e Jean Peters ser finalizado). O livro é baseado principalmente nos altos detalhes vindo da própria Eva McLelland, inclusive fotos. Eva desvendando “Nik” é grande segredo, onde ela revela sobre o homem tão misterioso. Na verdade esta história é sobre um dos homens mais ricos, mais famoso, e mais raro do mundo, e a forma misteriosa como ele desapareceu. Eva manteve o segredo até um ano após a morte de Howard “Nik” Hughes, seu marido, quando ela contou a história pela primeira vez para Mark Miller. Miller trabalhou para a fundação de Eva, que tinha deixado um terreno que possuía no Alabama. Durante suas negociações, eles se tornaram amigos. Ele mesmo acompanhou Eva para a Flórida, onde ela espalhou as cinzas de seu marido, e no caminho de volta para o Alabama, ela descarregou o conto inteiro sobre ele. Miller não acreditou plenamente nela até comparar suas histórias por mais de cinco anos. Foi quando Miller trouxe Douglas Wellman você acredita ou não nessa história é ler o livro, julgá-lo por seus próprios méritos, e chegar a suas próprias conclusões. Isso é o que eu fiz. E eu vim embora com uma sensação de calor sobre ele: que este gênio torturado encontrou alguém para amá-lo à sua maneira, e recebeu esse amor em troca. Em suma, é muito mais agradável acreditar sobre Howard “Nik” Hughes, porque este livro tem um final feliz.

Coisas interessantes sobre a “morte” de Hughes:

- Como poderia Hughes parecer como um magro, com dedos cravados, um mental incompetente, mas pilotar um avião a jato, quatro meses depois?

- Como poderia um médico descrevê-lo como parecendo um “prisioneiro de guerra”, quando ao mesmo tempo, banqueiros de investimento, políticos e diplomatas que conheciam ele, disseram que estava articulado e bem preparado?

Hahahaha verdade.

- Em 1976 uma atendente do posto de gasolina chamado Melvin Dummar alcançou notoriedade nacional, quando veio a público com uma escrita na mão alegando ser do Hughes. Dummar afirmou ter visto o velho do lado da estrada, e decidiu vir para a frente e até mesmo levá-lo para um hotel em Las Vegas. O homem explicou depois que ele chegou ao hotel que ele era realmente o bilionário recluso, e escreveu-lhe um testamento em que deixou 156 milhões dólares ao frentista que o tinham ajudado na noite solitária. É claro que esta história terminou com Dummar ser rotulado de oportunista e um vigarista, que procuram lucrar com a morte de um bilionário a quem ele nunca conheceu.

- Mais tarde Terry Moore veio alegando ter sido casada com Hughes em 1984, enquanto os dois estavam em um iate em 1949. Os dois nunca tinham se divorciado, e o best-seller de Moore recebeu atenção nacional por vários anos depois. A mulher acabou por receber uma quantidade desconhecida do espólio de Howard Hughes.

Oi?

“A mulher acabou por receber uma quantidade desconhecida do espólio de Howard Hughes”

Por que ela recebeu isso se não passava de um oportunista?

Hahahaha

É isso ai.

Tudo isso se resolveria com DNA, mas para que acabar com a diversão?

Assim como “Jesse” (Elvis) onde o seu DNA nunca foi revelado, mas foi usado para comprovar que Elisa é irmã de Elvis. Hmmm…

Conclusão?

Acha que tudo isso é coincidência?

Eu não sei se Hughes morreu ou não, e também pouco importa.

Quero dizer,

Tudo isso é o efeito de repetição que já disse aqui, onde um artista isolado e cansado da fama decidiu sair dos holofotes, mas sabe que a única solução para encontrar a “paz” seria através da morte.

E se Hughes fosse realmente amigo de Elvis?

E o interessante disso tudo é que Lisa Marie Presley disse em entrevista que a morte de Elvis Presley, Michael Jackson e Howard Hughes tinha muita coisa em comum.
Sei…

O que eu vejo é muito simples: Michael Jackson usou mais uma vez alguém como sinal.

Por que?

#reflita

O silêncio responde até mesmo aquilo que não foi perguntado.

Michael is alive!

Fonte: Mulheres Luxo


Hmmm…o que acharam do novo filme da Paris?

Desculpa, mas eu “ri”

A sinopse é linda e encantadora, mas é impossível ler tudo isso e não soltar um “Putz!”

“A filha de Michael Jackson irá fazer um filme sobre uma garota que irá lutar para a preservação do planeta, e pela salvação dos oceanos. O nome do filme é “A ponte Lundon: e as três chaves”. Ela é a garota que acredita no poder da fé e do amor”

Paris estará dia 08 de dezembro do programa da Ellen, para falar sobre o tal filme

Uau!

Quem será que fez a sinopse? (risos)

Bem,

Antes de mais nada quero agradecer o Julius Fortes por compartilhar isso.

É a inteligência coletiva…

Quero falar sobre uma descoberta “incrível”, e que merece ser compartilhada com os fãs beLIEves.

Ainda durante o Julgamento discutimos aqui sobre as diferenças entre a maca em que Michael estava “morto” no hospital, e comparamos com uma outra maca do mesmo modelo.

Notamos assim que elas eram diferentes!

Se lembram?



Hmmm…

Um fã americano que também notou as diferenças nas macas resolveu ir mais a fundo nessa questão. E a conclusão disso tudo é que existem 99.9% de chances daquela maca ser antiga. O 1% é para denotar um pouco da nossa “seriedade”.

Resumindo: ele descobriu o nome do modelo da maca encontrada na foto, descobriu que o UCLA não trabalha mais com essa maca, ligou diretamente para a empresa responsável e para o UCLA, e concluiu assim que as chances da foto ser fake aumentaram.

#Amazing

Eu não traduzi o video, mas farei esse post como se fosse o video traduzido, ok?

Quem prefere ver o video ele se encontra abaixo do post.

Divirta-se!

O UCLA possui um canal no Youtube o qual compartilha videos de pacientes, assim como conta suas histórias e tratamento médico. Esse canal é atualizado.

A coisa começa a ficar interessante quando observamos que em todos os atuais videos mostrados no canal do UCLA, aparecem pacientes usando uma maca diferente daquela em que Michael usou.

Veja o caso do primeiro video:

O primeiro video foi postado em 11 de Junho de 2009 (ANTES DE MJ morrer)

Comparem que TODOS possuem um “braço” diferente na maca. Enquanto a maca do Michael possui um “braço” reto (foto acima), nos videos do UCLA os pacientes estão em uma maca com um “braço” curvado:

Esse tipo de maca é usado no Centro Médico do UCLA.





Outras macas atuais do UCLA:









Comparando com a maca do Michael:



Alguma dúvida de que são diferentes?



O fã também descobriu um video de Agosto de 2008, onde o paciente está usando a mesma maca presente nos videos atuais do UCLA.

Ou seja: antes de Michael morrer




Isso não é estranho?

Será que Michael faz parte do 0,0001% de probabilidade de estar em uma maca “velha”?

Então ele achou algumas macas parecidas com a maca do Michael:




= mesma maca!

- Mesma linha vermelha abaixo

- Todas fabricadas pela Strypter

- Todas tem um ferro reto no braço da maca, enquanto nos modelos que vimos nos videos acima o braço da maca tem curvas

FOCO!

As macas que seriam a mesma maca do Michael, fazem parte de uma série especial chamada “Renaissance”.

Elas são produzidas pela empresa “Strypter” conforme citado acima.



Então o fã liga diretamente para a empresa “Strypter”; responsável pela fabricação das macas do UCLA. Essa ligação pode ser ouvida no video. Ele mudou a voz para “disfarçar”.

Aliás, é importante ressaltar que a empresa “Strypter”, é uma das maiores da produção de equipamentos para grandes hospitais.

[CONT..]

Fã ligando para a “Strypter”:

Tradução:

“Obrigada por ligar para a Clínica Stryker. Por favor escute com cuidado como o nosso menu mudou recentemente”

Suporte:

- Boa Tarde. Suporte Técnico. Como posso ajudá-lo?

Fã:

Olá, eu gostaria de saber se vocês podem me dar mais informações sobre uma das macas que vocês produzem

Suporte:

- Ok. O que você está procurando?

Fã:

- Eu estou procurando pela maca da série “Renaissance”.

Aquela maca ainda é feita?

Suporte:

- “Renaissance”? Não. Nós estamos com uma nova série “prime” agora

Fã:

- Quando que a série “Renaissance” foi feita?

Suporte:

- Oh caramba! Calma ai. Me deixa verificar

Calma ai. Me de apenas um momento. De 1991 até 2003



- Essa série não é mais usada em nenhum hospital?

Suporte:

Eles ainda podem ter algumas antigas lá, mas se você fosse comprar hoje você não conseguiria uma “Renaissance”

Fã:

- Então a sua companhia não produz mais eles?

Suporte:

- Correto

Fã:

- Você pode descrever como a maca “Renaissance” se parece?

Suporte:

- Bem isso depende porque temos um grupo OBGYN, um grupo de modelos diferentes. É tudo o que fizemos durante esse período (1991- 2003)

Fã:

- Seria apenas uma maca regular cirúrgica, onde você coloca o paciente sobre ela

Suporte:

- Essa pode ser o modelo 1010

Fã:

- O que tem de novo nesse novo modelo de maca que você produzem agora?

Suporte:

- Série “prime”

Fã:

- Muito obrigada por sua informação

Suporte:

- Sem problema. Tenha um ótimo dia

[...]

Uau!

Isso é incrível demais.

Pontos importantes confirmados pelo próprio suporte da empresa:

- A série não é mais feita, e a própria atendente definiu a série como “velha”

- Todas as fotos das macas foram encontradas no site do Ebay, ou outros do mesmo gênero. Esses sites vendem produtos usados e por baixo preço.

Obs: o “Ebay” seria o Mercado Livre do Brasil





O suporte disse que podia ser o modelo 1010 = modelo antigo

Veja ele abaixo:

Maca 1010 Renaissance:




Então,

Não acha interessante esse modelo de maca ser achado somente em sites assim, quando vemos Michael Jackson deitado em uma maca “antiga”?

Michael Jackson (O REI DO POP) em uma maca antiga?



Será que Michael faz parte do 0,0001% de probabilidade de estar em uma maca “velha”? +1

O próprio suporte diz que a maca foi produzida entre 1991 até 2003, enquanto a “Prime” é a maca atual

Veja e compare com as fotos acima:

= A mesma maca do UCLA!



Hmmm…Michael Jackson morreu em 2009.

Será que o UCLA usaria uma maca de 6 anos atrás?

Me responda depois!

Então,

Insatisfeita por se tratar de um beLIEve ousadO e esperto. O fã liga para o UCLA, e tenta falar com o responsável pelos serviços de acompanhantes de pacientes:

UCLA:

Obrigado por chamar Centro Médico do UCLA, Ronal Reagan
Departamento de Atendimento ao Cliente

- Acompanhante de Pacientes – Dwight falando

Fã:

- Olá! Você poderia me dar alguma informação a respeito do tipo de macas, que o Centro Médico do UCLA geralmente usa?

UCLA:

- Você pode esperar um pouco? Irei te transferir para o meu chefe

- Olá boa tarde. Meu nome é ********

Fã:

- Olá. Que tipo de macas vocês geralmente usam no Centro Médico do UCLA. Qual é o nome da marca?

UCLA:

- Stryker

Fã:

- Você está familiarizado a respeito das séries “Prime” ou “Renaissance”?

UCLA:

- Eu não conheço as séries, mas padronizamos com um tipo de maca que é a Stryker.

Fã:

- Vocês tem algum tipo de maca velha, que vocês tinham em mãos de talvez 5 ou 10 anos atrás?

UCLA:

- Não, nós não temos. Nós nos livramos deles.

Fã:

- Obrigado por seu tempo senhor

[..]

WTF!

Isso merece ser lido novamente:

- Vocês tem algum tipo de maca velha, que vocês tinham em mãos de talvez 5 ou 10 anos atrás?

UCLA:

- Não, nós não temos.

Nós nos livramos deles.



O próprio UCLA confirma que realmente trabalham com a “Stryker”

O gerente do UCLA falo claramente que eles “padronizam” as macas, e que por isso não usam a série “velha”

Padronização = TODAS AS MACAS IGUAIS!

O que isso significa?

#reflita seriamente sobre

Lembre-se!

Já tínhamos discutido aqui sobre as diferenças nessa maca onde Michael está, assim como o pulso de Michael que está totalmente defeituoso.

Padronização = MACAS IGUAIS!

Agora abre a sua cabeça!

Achei algo incrível sobre isso!

Uma fã que esteve no UCLA acompanhando a filha tirou pessoalmente uma foto da maca, e postou uma conversa que teve com um dos funcionários de lá:

Então infelizmente, minha filha ficou gravemente doente na noite passada (ela é uma diabetes tipo 1), de modo que ficamos na emergência durante 5. Enquanto na UTI aproveitei para tirar uma foto da sua cama. Então eu comecei a conversar com um socorrista que trabalha lá há 20 anos. Eu não mencionei o caso do Michael, mas eu disse que estava fazendo uma “pesquisa”. Ele provou para mim que o que o vdeo sugere é absolutamente verdadeiro. Stryker parou de produzir e vender o modelo “Renascence” entre 2002/2003 cedo. A partir de 2005, todos os hospitais foram transferidos para os novos modelos. Por quê? Bem depois de um tempo de vida de 10 anos, eles são considerados ultrapassados. Além disso, havia certas características dos modelos mais antigos, que tinham que ser atualizados devido a razões de segurança. As ambulâncias não têm utilizado os modelos mais antigos desde 2003, e você não irá encontrá-los em qualquer lugar em hospitais, por causa de preocupações de segurança. Ele me disse que talvez um lar de idosos pode ter alguns, por questões de orçamento e que são comumente usados em casas de ” “cuidado”, mas já não há em salas de emergência ou transporte. Portanto, agora sabemos que o que o vídeo fala sobre a foto da autópsia é verdadeira.

Foto tirada pela fã:



O que isso significa?

Você tem duas opções: pensar sobre isso ou ignorar

Quer achar que o fã se deu ao trabalho de pesquisar tanto, de forjar uma ligação, de perder tempo fazendo tudo isso para brincar com os fãs?

E que a outra mentiu?

Ou melhor: como ela conseguiria uma foto assim, se não tivesse entrado no UCLA?

Aceite isso se quiser

Digo isso por experiência, ok? Esse tipo de coisa leva muito tempo, para simplesmente se tratar de uma bricadeira.

Mas por que não gasta 1 minuto pensando sobre isso, e sobre as inúmeras coisas que já vimos até hoje?

O que eu sempre disse aqui?

Vamos apelar para o bom senso!

O que é mais fácil?

Achar que o fã está mentindo ou questionar o defeito no pulso do Michael?

O que é mais fácil?

Achar razões para pensar sobre isso ou ignorar que as macas são diferentes?

Aliás,

A própria fã publica o nome do funcionário que ligou para o UCLA, e uma outra fã confirmou se o tal funcionário trabalha lá.

Adivinha qual foi a resposta?

Eu vi fãs questionando, que não é tão fácil assim falar com o gerente do UCLA.

Oh Guys!

Como a pessoa acertaria o nome do gerente, se ela não tivesse ligado lá? Por que essas mesmas pessoas não ligam para o UCLA? Simples!

E outra: não preciso falar com o UCLA para ver o que está óbvio

= macas diferentes

Enfim,

Vamos simplificar as coisas.

Video:


Parabéns para esse fã.

Os beLIEves não são loucos…

Você nunca achará o arco-íris, se você estiver olhando para baixo.

Pense sobre isso.

Michael is alive!

Fonte: Mulheres Luxo


Léoi mandou um video falando sobre a maca da ambulância do Michael e etc.

Parece que é a ambulância do Michael sim, pois a placa e número da mesma são iguais.

Hmmm…

De acordo com ele a maca poderia ser verdadeira sim, pois dentro da ambulância se encontra uma maca com uma linha vermelha, que assim seria a maca “Renaissance”.

Sim, concordo que a maca que está na ambulância possui a linha vermelha como a maca do Michael, mas não acha estranho tudo apontar e dizer que essa maca não existe mais no UCLA?

Eu realmente gostei desse video!

E mesmo assim a maca continua sendo diferente.

Veja a comparação que fiz com a maca da ambulância do Michael:

Na maca da ambulância (foto maior) o braço é mais curto do que a maca do Michael, enquanto a maca do Michael e a maca “Renaissance” possuem os braços mais longos:




Seguindo a flecha que está na maca do Michael, repare que abaixo existe um segundo ferro de cor preta, que fica acima de um suporte branco e ao lado da linha vermelha, ok?

Agora veja que na maca da ambulância, esse ferro preto simplesmente não existe!

Como é possível?

O que vemos ali é um ferro prata. Até onde eu sei e pesquisei esse ferro é imóvel, e por isso existem inúmeros modelos de macas.

Essa é a chamada “maca de transporte” onde o paciente é levado para o quarto nela, e depois mudam transferindo para outra maca.

No caso do Michael se ele realmente chegou morto no UCLA, então ele permaneceu nessa maca.

Definitivamente não pode ser a mesma maca!

Agora eu notei realmente incrível,

Que soem o alarme do hospício…

Não direi apenas nada a respeito disso, pois deixarei a imagem falar por si.

Observem com cuidado as imagens abaixo, e comparem a foto da ambulância com o print que fiz do video.

Onde foi parar o “relógio” e o suporte que vemos na foto da ambulância?


Expandir esta imagem


WTF!

Desculpa, ok?

Mas não é a mesma ambulância, e dessa vez as pessoas as pessoas não tem como nos acusar de ver o que não existe.

Seja sensato ao assumir que algo está errado.

Sem contar que na foto da ambulância tem um carro sendo refletido, quando isso seria tecnicamente impossível.

Aliás..rs

Ainda no video o cara se aproxima para filmar na janela da ambulância, que teria sido a mesma janela usada para tirar a foto, mas quando ele se aproxima fica claro que ele não consegue ver dentro, pois o próprio vidro se torna um espelho.



Então, como a foto do Michael é tão nítida e longa? Quando o vidro é um espelho, além de ser tão pequeno? Hah!

Como tudo isso é possível?

Isso é possível sim, mas com photoshop.

Lembre-se!

Brian Oximan disse:
“Bem é impossível essa foto ser verdadeira. Isso é um montagem que foi feita a partir de um show do Michael. Eu acredito com 99% de certeza que isso é montagem. Isso é falso”

#shiu!

Ainda bem que concordo com ele

Me entender está fora de questão, então não insiste.

Michael is alive!

Fonte: Mulheres Luxo



Quero começar o post acompanhada pela melodia do Ilusionista, o qual eu comprei exclusivamente para ver ANTES da sentença de Murray.

É engraçado ver a personagem forjando a morte, e voltando no final do filme, enquanto o ilusionista tenta te convencer que nem tudo é o que parece ser. É tudo ilusão..

E foi seguindo essa onda que acompanhei a sentença de Murray, que tem como principal objetivo parecer que é real.

É para isso que serve a televisão.

Tudo bem com vocês?

Sim, eu sei que devemos cair.

Nesse exato momento deveríamos nos calar.

Deveríamos baixar a cabeça, reformular a ideia, mudar o caminho e traçar novos planos.

Deveríamos assumar que estamos errado.

É isso que uma pessoa de bom senso deveria fazer, ou é isso que eu deveria fazer?

Mas eu não gosto de quebrar as regras. Eu gosto é de mudar o próprio jogo.

Eu posso ficar sozinha aqui, mas a minha loucura estará comigo.

A verdade não muda por não ser aceita pela maioria das pessoas.

A lógica de um pensamento é o conjunto das crises que ele atravessa. E cabe a você saber enfrentar essas crises, afinal uma crise é passageira. O que importa é o que restará dela.

Sabe…

Chegamos a um nível onde tudo é “normal”

É normal ter bichos de pelúcia em um Tribunal, é normal errar o nome do paciente, é normal ter dois corpos, é normal o paciente ter um pulso distorcido, é normal ter dois cemitérios e por ai vai [..]

Tudo é “normal”!?

Não são 10, 20, 30 provas que de Michael está vivo. São mais de 1.000…

São cadeias de acontecimentos que se conectam entre si, e que sempre nos leva a mesma afirmação.

Mas eu não estou aqui para convencer alguém. Não mais.

É o momento de “cada um por si”

Aqueles que falam das coisas que não entendem, estão proclamando sua ignorância.

Existe um termo dentro do novo paradgma da internet, que se chama de inteligência coletiva.

Sabe o que é isso?

É o que estamos fazendo desde 2009.

Eu descubro uma coisa, Jennifer dos EUA descobre outra, Maria da Alemanha descobre outra e por ai vai.

O que isso resulta? Na descoberta coletiva.

Cada um faz a sua parte e assim construímos um quebra cabeça, que deu origem a magnifica crença de que Michael não morreu.

Não são 10, 20, 30 provas de que Michael está vivo. São mais de 1.000…+1

As únicas ações corretas, são aquelas que não exigem nenhuma explicação e nenhuma desculpa.

Então se a própria morte de Michael carrega perguntas até hoje não respondidas, é porque algo de errado realmente existe.

Bem,

Por que Murray foi preso?

Eu gostaria de ter essa resposta.

Porém não é essa a pergunta que você deve fazer, mas sim se perguntar porque ele não foi solto?

Não me interprete mau, ok?

Não dificulte!

Desde o começo do ano cansou de sair notícias que apontavam a grande possibilidade, de que Conrad Murray não ia ser preso pela acusação de homicido culposo. Cansamos de falar sobre isso aqui.

Membros da própria Justiça repetiram isso de forma incansável, e até chegarem a estranhar o fato de Murray ter sido preso no dia 07

Ainda ontem a advogada de Lindsay Lohan disse que Murray não iria ser preso, quando a própria cliente dela que deveria ter ficado presa nunca ficou.

Então…o que aconteceu de errado? Todos eles estavam errados?

Oh guys! Nunca um médico foi preso pelo mesmo motivo.

Elvis, Ana Nicole Smith, Heath Leadger e etc, nenhum dos médicos foram presos.

Dr. Nick chegou a ser acusado por 11 crimes, e foi absolvido de todos eles.

Então..o que aconteceu?

Mas Michael deixou avisado para não acreditarem no veredito. Falaremos sobre isso mais abaixo…

Por fim,

Murray não ia ser beneficiado pela Nova Lei da Califórnia?

Aliás, ele ainda pode ser beneficiado por isso (Leia abaixo)

E a minha aposta é aquilo que eu já tinha comentado outro dia: é preciso acalmar a massa.

Não é preciso ir muito longe para conseguir montar um paradigma entre a morte de Elvis e Michael, pelo simples motivo que ANTES as pessoas tinham dificuldades em ter acesso a informação.

Hoje a coisa é diferente.

Se quisermos derrubar o planalto sem sair de casa, então iremos conseguir.

Milhares de fãs colocando em seus perfis “JUSTICEMJ”, enquanto provavelmente teriam criado um caos se o resultado tivesse tomado outros rumos.

Seria até um “absurdo” armar todo esse “circo”, e libertar Conrad Murray. Isso não ia ser legal.

Mas…

E as perguntas sem respostas?

Por que mudaram tudo?

Reflita comigo.

Murray POR LEI deveria ser julgado como um cidadão comum, mas me parece que esqueceram dos principios da Lei

Notícia que saiu antes da sentença:

“A sentença de Murray pode ser maior porque ele matou MJ”
Juízes, promotores e advogados criminais disseram que Murray não deve receber a pena máxima – 4 anos de prisão – mas o fato dele ter matado Michael Jackson muda tudo. Não deveria ser assim, a fama da vítima deve ser irrelevante, mas é difícil ignorar a fama da vítima. As pessoas com quem falamos dizem que a posição representada por Murray, que não possui histórico criminal, nem registro de outra forma imaculada, receberia uma “sentença leve”: um ano ou dois na cadeia, e depois um ano ou dois anos de serviço comunitário. O Juiz Michael Pastor deixou claro quando negou fiança a Murray, que vê o crime como gravíssimo, e possivelmente irá dar a sentença máxima. É difícil dizer o que o Juiz vai fazer, mas quase todo mundo o considera um juiz justo, porém severo. O fato de que o promotor está pedindo $ 100 milhões em restituição, mostra o quanto existe diferença em se trata de MJ ser a vítima. A realidade é – em termos de dinheiro – que Michael vale mais morto do que vivo, então não deve haver restituição. Seus três filhos agora terá centenas de milhões em um só golpe de sorte.

Fonte: TMZ

Então..

O fato de Murray ter matado uma celebridade mudaria tudo?

Opa!

Mas e se fosse uma pessoa comum?

Um pouco estranho isso, não?

O que difere nesse caso, Michael de qualquer outro cidadão?

É a massa! Por isso é preciso conter a massa.

Esse é o princício básico de “V de Vingança” quando anuncia a revolução: a massa unida pode mudar tudo.

Coringa disse: “Se eu matasse uma pessoa comum ninguém se importaria, porque tudo faz parte do plano. Mas se eu matar um prefeitozinho tudo virá um caos!”

A realidade é – em termos de dinheiro – que Michael vale mais morto do que vivo, então não deve haver restituição. Seus três filhos agora terá centenas de milhões em um só golpe de sorte.

Quero saber onde Murray conseguirá dinheiro para pagar isso, se ele nem trabalho mais tem.

Então eis que a TMZ estava certa, e Murray realmente recebe a sentença máxima.

É o momento perfeito para os RIPS comemorarem a “Justiça”, e 99% dos beLIEves decidirem que isso seria o fim.

E sabe o que é “engraçado”?

Enquanto todo mundo tinha 90% de certeza que Murray ia ser solto, a TMZ dizia que provavelmente ele seria preso porque matou Michael.

É impossível ler isso e não lembrar das mensagens ocultas nas notícias da TMZ, que aliás a maioria parece que esqueceu sobre isso.

Hmmm…

Mas o que você está vendo?

Eu continuo vendo, por isso continuando questionando e duvidando.

Depois da sentença:

“Conrad Murray recebe a pena máxima de 4 anos”
Saiu nesta terça-feira, 29, em um tribunal de Los Angeles, a sentença do médico Conrad Murray, condenado pelo homicídio culposo – quando não há intenção de matar – do cantor Michael Jackson, segundo o site TMZ. Ele foi condenado à pena máxima de quatro anos de prisão. O julgamento teve início em 27 de setembro e terminou em 7 de novembro, quando saiu a condenação e o médico foi preso.

Ao sair do tribunal, acompanhada por várias policiais mulheres, Conrad Murray virou-se para trás e mandou um beijo para alguém – não captado pela câmera do TMZ – que acompanhava a audiência.

Antes do anúncio da sentença, Brian Panish, advogado da família Jackson, leu um texto em que os parentes do cantor pediam que fosse feita justiça. O juiz do caso, Michael E. Pastor, perguntou se Conrad Murray gostaria de se manifestar antes do anúncio do seu tempo de condenação, mas, por meio do advogado Ed Chernoff, ele declinou.

Chernoff também pediu que fosse dado a seu cliente o benefício de cumprir a pena em liberdade e prestando serviços à comunidade, porque assim Conrad Murray seria “mais útil”.

“Conrad Murray não é nem santo nem demônio. É um ser humano responsável pela morte de outro ser humano”, disse o juiz em seu discurso antes de proferir a sentença máxima para o médico. Pastor afirmou que Murray violou a relação de confiança que há entre médico e paciente e que representa um perigo para a comunidade, e por isso não terá direito a cumprir a sentença em liberdade.

Reflita sobre isso:

Juiz decidiu a sentença de Murray, após ver o documentário “falso” do médico:

Pastor ficou insatisfeito com a participação de Murray em um documentário da MSNBC, que foi ao ar depois de sua sentença condenatória, durante o qual Murray disse que se sentia aprisionado por Jackson. Chamando o documentário de “A produção de uma falsa realidade”, Pastor disse que a falta de remorso de Murray convenceu ele que liberdade condicional não era uma opção.

OH GOD!

Que espécie de Juiz elabora uma sentença baseada em um documentário?

Um documentário não pode ser considerado como uma prova judicial! Afinal, é apenas um documentário.

É interessante ele definir isso como um “falso documentário”, quando na verdade não existe nada falso ali. O documentário é verdadeiro porque o produtor em si (Murray) está nele, sendo assim isso não pode ser considerado falso. Seria falso se fosse feito por terceiros ou por um ator, que estaria simulando tal ação. Correto?

Eu falei acima sobre a Nova Lei da Califórnia, que deveria influenciar a sentença de Murray.

Ela finalmente volta a ser discutida:

Conrad Murray deve ficcar apenas 2 anos na cadeia:
Uma nova lei estadual, irá automaticamente reduzir a pena de quatro anos para dois anos

Funcionários de LA County disseram que Conrad Murray só irá ficar cerca de dois anos de sua sentença de quatro anos atrás das grades, mas neste momento não é elegível para prisão domiciliar.

O porta-voz do xerife Steve Whitmore disse ao The Times, que os funcionários ainda estavam tentando determinar os detalhes exatos de sua prisão. Mas sob a lei estadual, os criminosos não-violentos na Califórnia ficam apenas 50% de suas sentenças na cadeia.

“Enquanto o Departamento do Xerife é considera o monitoramento eletrônico em casa por alguns detentos”, disse Whitmore. “ A convicção de que Murray causou um homicídio culposo na morte de Michael Jackson, provavelmente significa que ele ficará apenas dois anos na prisão. Essa é a pena máxima que a Lei permitirá”, disse Whitmore.

Sob uma nova política estadual de prisão, os réus condenados por determinados crimes não-violentos serão beneficiados pelo sistema superlotado das penitenciárias estaduais.

Sob a lei de homicídio involuntário, bem como crimes tais como tráfico de drogas e roubo de identidade, já não necessitam de tempo em prisão estadual.

“O fato que o Dr. Murray ofendeu o paciente que morreu”, disse o Juiz. “Murray continua a ser um perigo para a comunidade”, disse ele.

[....]

Ou seja: ficará apenas 2 anos na cadeia.

Desculpa, ok?

Mas é impossível ver isso, e não se lembrar de Michael em “This is it” dizendo:

- Temos 4 anos para mudar o planeta

Coincidência?

Me diz qual é a lógica dele falar isso em um ensaio?

Aliás, observaram ONTEM uma bola redonda azul em formato de planeta? Sem contar na presença do elefante.



Acredito que seja esse brinquedo:



Isso tudo é tão estranho!

Então vamos começar o Jogo dos 7 erros?

#Adoro!

Primeiro: a família disse que escreveu 34 cartas para o Juiz:

3 + 4= 7

Ontem foi dia 29 de Novembro:

2 -9 = 7

Hoje é aniversário de Thriller que faz 29 anos:

29 anos = dia 29 (sentença de Murray)

9-2 = 7



Ontem teve o lançamento da sétima coletânea de Elvis Presley

Dia 29 = dia da sentença

Sétima coletânea= 7

Em novembro foi comemorado os 30 anos do Julgamento de Dr. Nick



A sua sentença saiu dia 05 de novembro, apenas 2 dias antes de sair a setença de Murray

Mês de novembro: os dois julgamentos no mesmo mês

5 + 2 = 7

Por que Dr. Nick que recebeu mais que o dobro de acusações; incluindo a morte de Elvis; nunca foi preso por nenhum de seus crimes?

Como eu disse acima, algo aconteceu.

Não se trata de defender Murray, e ignorante é aquele que acha que estou fazendo isso.

Tudo indicava que Murray seria absolvido, e por isso ainda acredito que muita coisa ainda está por vir.

Quero dizer,

Antes de mais nada ele é um cidadão americano, então porque o estão bloqueando de seus direitos?

Juiz Michael Pastor disse que Murray representa um “risco a sociedade”

Oi?

Murray não tem antecedente criminal e não representa risco para a sociedade, pois ele já não possui mais licença médica.

Risco a sociedade? Oh..risco a sociedade são assassinos, pedófilos, assaltantes, traficantes e etc.

Qualquer pessoa no ramo de direito sabe disso.

Todo mundo sabe que isso deveria mudar TUDO!

Por que estão privando Murray de seus direitos?

É o “caos”…

Reflita seriamente sobre isso..

Não se desespere, ok?

De acordo com a TMZ os advogados estão tentando fazer Murray receber os benefícios da Nova Lei, e ao que tudo indica ele ficará realmente 2 anos na cadeia.

Observaram coisas estranhos nesse tribunal?

Primeiro: se Murray já estava preso, porque ele está com roupa social no Tribunal? OJ Simpson também foi preso e depois voltou para ouvir sua sentença, mas sentou no tribunal com roupa de detento, além de estar algemado.

E Murray além de “chorar” com sua senteça, saiu distribuindo beijinho enquanto caminhava para a cela. (Sem algemas e de terno/ Foto no inicio do post)

Oh Damn!

Nunca vi alguém ser preso, e sair do tribunal sem algemas.

Por que algemaram ele antes, mas agora não?

Ainda durante a sua senteça ele mandava beijinho para trás:



Desculpa, mas eu ri.

Ele realmente está preocupado.

Agora peço a sua atenção para isso

Quando eu abri a TMZ para ouvir a sentença de Murray AO VIVO, não pude deixar de “zombar” ao ver a propaganda da Sony ao lado da tela:



WTF!

Isso NUNCA tinha acontecido antes

“Make believe”
Apenas coincidência?

Please!

O que falamos aqui outro dia?

O novo comercial do Play Station 3 dizia:

“Por tudo que ele fez. Quando o mundo enlouqueceu. Ao Michael, ao Michael”

O que significa “jogar” para você?

Bem…ele está se referindo ao ato de você jogar video game, certo?

Mas é apenas isso?

O próprio Michael adorava jogar video game em Neverland.

Ele gosta disso. Gosta de jogar, brincar, criar [..]

Michael acredita que você tem o poder de transformar qualquer que seja o seu desejo, em algo extremamente real. Basta acreditar.

Por isso criou os “beLIEves”

Ele cansou de criar coisas novas, de surpreender os fãs com o seu alto indice de criatividade e imaginação. Então não me venha dizer que tudo isso é alucinação, quando vemos claramente a presença dele em cada passo que a Hoax Death caminha.

Seria irrelevante esquecer os produtores do jogo Michael Jackson “The experience, que fizeram o jogo “Im alive” com a ambulância de número 71?

E quando Michael fez seu próprio jogo ao criar Moonwalker?

Michael acredita no poder da mente, na oração e na fé.

No fundo é sobre isso que a Sony quer dizer, quando usa em seu slogan “Make believe”. Acredite, e você conseguirá isso. Qualquer que seja o seu sonho, apenas acredite.

Jogos, brincadeira, infância, pistas, enigmas e ursos.

Michael adora isso!

Quadros de Nelson de La Nunez, Alice no País das Maravilhas, o Mágico de Oz, Leave me Alone, Neverland e etc

Falando de ”Make Believe”, “Long Live play” e brinquedos.

Você se lembra quando a Tmz fez uma matéria durante a audiência preliminar de Murray, onde falava sobre todos os “brinquedos” no Tribunal?

“Toy Story” é um filme que Michael amava. Coincidência ou não, a Sony depois transformou isso em jogo de playstation

Mas qual é a lógica de “Toy Story”? São brinquedos que falam…

E a TMZ ainda disse:

“Olhe ao seu redor. O que temos aqui na sala do tribunal para jogar? ” (TMZ)

Como esquecer dos ursos no Julgamento? TMZ também viu isso, e pediu para você jogar com eles [...]




Isso sim é algo “sério”

Jogar é pensar, buscar soluções, descobrir enigmas e ganhar.

A Sony nunca tinha colocado esse anúncio na TMZ, mas justo ontem decidiu fazer esse golpe de marketing

Qualquer pessoa que trabalhe com plano de midia, sabe qua o cliente escolhe em qual parte do site deseja ver o seu anúncio. O objetivo disso é atingir seu público, que no caso aqui seria os fãs do Michael.

Ou seja:

- Por que a Sony queria atingir os fãs do Michael? Apenas para criar “polêmica” ?

A coisa se torna mais “grotesca” quando a TMZ anuncia o convite para ligarem e darem a sua opinião sobre a sentença de Murray, e vemos CLARAMENTE um anúncio descarado onde diz que a Sony está patrocinando aquela notícia



Jesus Christ!

Isso nunca tinha acontecido antes

Por que a Sony patrocinaria isso?

FOCO!

A Julien’s Auctions empresa que está leiloando os objetos pessoais de Michael, irá realizar outro leilão no dia 17 de dezembro, com os objetos e móveis da casa de Michael. Já falamos sobre isso aqui.

Alguns bilhetes escritos por Michael também serão leilados, e é aqui que peço a sua atenção.

No bilhete Michael diz para não acreditar no veredito, e que todos devem buscar a verdade. Ele ainda diz para perguntar para Renea

Supostamente “Veredito” seria uma canção, e Renea se trata de uma cantora chamada Priscila Renea, mas não existe nenhuma ligação dessa parceria entre eles.

Por outro lado,

RENEA é o nome de uma polícia albanesa, conhecida como as “forças especiais anti-terroristas”: Reparti i Neutralizimit të Elementit të Armatosur.

Essa é a suposta explicação do bilhete ter referência a “They don’t cara about us”?

O que ele quer dizer, quando pede para perguntar para RENEA?
Isso me lembrou das ameaças de morte que Michael sofria, e que envolvia um suposto ataque terrorista no dia do seu Julgamento.

Mas não é sobre isso que quero falar.

Quero te lembrar sobre as ameaças de morte, Máfia Gambinos e etc.

Ainda assim isso é uma música.
“Song Work” é a música de trabalho daquele momento.

Desculpa, mas eu ri!

Eu sou beLIEve, ok?

Acha coincidência Michael escrever uma música chamada “Veredito”, onde diz para não acreditar nisso, e pede para os fãs irem em busca da verdade?

Sem contar que cita “7 digitais”

#gritei!

Qual é o seu argumento sobre isso?

Obs: essa imagem caiu na internet semana passada, antes de sair a sentença de Murray. E isso é altamente excitante!



O bilhete diz:

“Música de trabalho

Veredito
Pergunte ao Renea
Toda a verdade
Confie na juventude
Eles não se importam conosco
7 digitais (7 letras, 7 números ou 7 digitos)
Não acredite nisso”

Obs: essa imagem caiu na internet na semana passada, antes de sair a sentença de Murray. +1

Na minha percepção está óbvio: o bilhete é um sinal!

Tudo depende da sua percepção..

Era como se soubessem que ele iria ser preso [...]

E se o assunto fosse o Julgamento de 2005?

Pense comigo:

O que é veredito na LEI?

O Veredito dado pelo Juiz que seria Veredicto, e teve origem na justiça americana, é a decisão prolatada pelo Juiz, que seria o resultado final que encerra o processo de conhecimento, e quem não ficar satisfeito com o resultado, Autor ou Réu, que recorra dentro de um determinado prazo.

Sendo assim,
Michael não estaria se referindo ao seu próprio Julgamento, porque o veredito FINAL dele foi INOCENTANDO!

So…?

O que ele quer dizer com:
- Não acredite nisso!?!

Se o seu veredito em 2005 foi ser inocentado, como ele fala dele mesmo, e pedem para buscar a verdade e para não acreditar nisso? Um pouco contraditório.

Quando ele pede para perguntar para a RENEA (polícia), fica claro que de fato a polícia sabe a verdade.

O que seria a verdade, se no final ele foi inocentado?

Desculpa, eu vejo algo além disso.

Como eu disse acima uma polícia do ramo da RENEA, envolveria sérios e graves motivos para ter a capacidade de saber a suposta verdade.

Não vejo sentido a RENEA ter ligação com o Julgamento de 2005, quando o próprio Julgamento teve um veredito “feliz”.

É como se existisse algo que não sabemos

E não se esqueça! Ele deixou as músicas Hold my hand, Hollywood Tonight e etc anotados. Então ao que tudo indica é a continuação sobre os demais bilhetes. E vale lembrar que cada uma carrega consigo, mensagens incrivelmente pertubadoras.

Mas esse é objetivo: IGNORAR!

É bom lembrar sobre isso:

- Documentário de Murray: bilhete com lista de músicas e uma delas definida como “morte”

- Bilhete para Barry Gibb: mensagens para os fãs, onde ele dizia que ia para o céu

- Bilhetes no quarto: Earth Song

Então,

Esse bilhete merece ou não ser discutido?

É tão dificil achar que isso se trata do Julgamento de 2005, quando vemos um número “7″ ali.

Por que ninguém questiona essas coisas!?!?!

#Humf

Tathy obrigada por compartilhar esse bilhete comigo. I love you girl! Nunca me abandone, ok?

São cadeias de acontecimentos que se conectam entre si, e que sempre nos leva a mesma afirmação.

Isso também é “normal” [...]

Michael NUNCA deixa os fãs beLIEves sozinhos. Amo isso.

Outra coisa que me “assustou” foi o uniforme da policial, que carregava consigo uma bandeira da França invertida:



Opa!

Bandeira da França? E ainda costurada de formada errada?

Achei que estávamos em Los Angeles…

Quando tudo apontava que Murray seria solto, o Juiz decidiu prender ele.

Por que? Te perguntei acima.

O que aconteceu de errado?

FOCO!

Michael disse para você não acreditar no veredito.

Jamais interprete. Experimente…

Os conformistas transformam fracassos em medo; os determinados transformam derrotas em garra

Michael is alive!

Fonte: Mulheres Luxo



Jermanie continua dizendo que irá reveler a verdade para mundo, e que os fãs precisam descobrir a verdade.

Oh really?!!?

Murray já não está preso? O que mais falta revelar?

F…..

Prometo ser breve hoje, mas antes quero apenas falar sobre a quantidade de beLIEves que sumiram.

A sociedade pode ser pluralista, mas eu prefiro a companhia de pessoas singulares.

Então vamos ao assunto de hoje?

No dia que saiu a sentença de Murray (dia 29), a TMZ postou a foto acima dizendo que era do dia 07 de novembro, quando Murray foi algemado e preso.

Eles falaram:

TMZ conseguiu um “tiro na caneta”, e obteve uma foto do dia 07 de novembro, depois que Conrad Murray recebeu seu veredito

Primeiro: cadê a gravata dele?

Vai ver tiraram para ele não querer se matar…(risos)

Segundo: continuarei batendo na mesma tecla.

Por que OJ Simpson que também foi preso como Murray, e depois voltou para ouvir a sua sentença, recebeu a sua sentença usando uma roupa da cadeia e algemado, mas Murray não?

O que faz dele “diferente”?



As pessoas deveriam pensar sobre isso.

Mas voltando ao assunto principal,

Quando pegamos a foto publicada pela TMZ sendo do dia 07 de novembro, e comparamos com o blazer de Murray usado no dia 07, observamos CLARAMENTE que não se trata do mesmo terno.

O terno usado por Murray no dia 07 de novembro é listrado, enquanto o terno publicado na foto da TMZ sendo do dia 07 é cinza e sem listras:





WTF!

Você deve concordar comigo que são diferentes. Eu não sou tão estúpida assim, e acredito que você também não seja.



Mas e se fosse um “erro” da TMZ?

TMZ já denotou várias vezes que é “importante”

Como eu sei que tem pessoas que procuram motivos para não ver o óbvio, vamos supor que a foto que a TMZ publicou tenha sido do dia 29.

Bemmm…mas por que ela mentiria sobre isso? Não vejo sentido

Enfim,

Ainda assim no dia 29 podemos notar uma diferença na cor do blazer

Um é cinza mais escuro e outro é cinza mais claro. O próprio tecido do dia “7” é diferente:



De qualquer forma de novo eu pergunto:

Por que TMZ mentiria sobre o equívoco nas datas? E por que ela não postou isso antes? Não vejo sentido

Esquece os demais, ok?

Não é novidade para os beLIEves que Murray cansou de repetir roupa de anos atrás, usou a mesma gravata do velho do enterro e etc.

E o mais interessante é que quando vamos mais a fundo nisso, observamos que o mesmo terno usado na foto da TMZ, se trata do mesmo terno que foi usado no dia 02 de fevereiro de 2010, durante a sua audiência preliminar.



Uau!

O ponto central de tudo isso é apenas um: definitivamente essa foto da cadeia NÃO é do dia 7.

Por fim,

Quero agradecer mais uma vez a Tathy.

Ela me mandou agora de manhã uma informação que vale “ouro”.

Se lembram do bilhete deixado por Michael, onde ele diz para não acreditar no veredito?

Sim, é uma música.

E essa música foi supostamente criada na ERA DANGEROUS:

Verdict (Created in Dangerous era) / Seven Digits (Created in Dangerous era)

“Seven Digits”

Hmmmm…

Então com base nisso, fiquei com a pulga atrás da orelha e fui pesquisar [...]

O que se concluiu? Que isso não é definitivamente de 2005.

Mas a pergunta aqui é:

- Por que Michael guardaria esse rascunho até hoje?

Você consegue ver o “acaso” aqui?

Seja ousado!

Michael Jackson foi acusado de abuso sexual infantil em 1993, enquanto “Dangerous” foi lançado em 1991.

Dangerous is the eighth studio album by American recording artist Michael Jackson, released 26 November, 1991

“26 de novembro”

Coincidência ou não, o bilhete foi revelado ao público no dia 23 de novembro

= 3 dias antes

“26 de novembro”

Coincidência ou não, a sentença de Murray sairia 3 dias depois

Mas FOCO aqui, e me responda.

E se a música se trata da Era “Dangerous” (1991) e se a primeira acusação foi 2 anos depois (1993), como Michael poderia previr sobre um futuro Veredito?

Oi?

E o pior!

Ele diz:

- Não acredite nisso

Como eu disse ontem em ambas as acusações ele foi absolvido, então porque ele diz que não deveríamos acreditar no veredito se ele foi inocentado?

Hah!

Michael previu seu próprio destino?

Sei…

Assim como ele também previu como seria seu próprio velório?

Sei…

Assim como ele previu tantas outras coisas?

(risos)

E vale lembrar que na capa de “Dangerous” tem o P.T Barnum, assim como demais elementos ocultos.

Os beLIEve não são loucos…

Quem vive sem loucura, não é tão sábio como pensa.

Michael is alive!


Fonte: Mulheres Luxo