BLOGGER TEMPLATES AND Gaia Layouts »

9 de jan de 2012

Michael Jackson e o Doutor: a amizade fatal




Sim, sim, sim eu sei sobre o documentário de Murray…

Mas e dai?

O que eu escutei é tão lamentável e triste, que poderia servir mais de plataforma de “babaquice”, do que qualquer outro tipo de coisa.

Porém é claro que as pessoas estão mais preocupadas em condenar ou boicotar Murray, do que pelo menos tentar analisar o que ele está dizendo.

Quero dizer,

isso tudo é “lixo” ?

Talvez..

Pouco importa o que ele disse ou não sobre Michael, e também não me interessa as tentativas frustrantes dele ficar “bem na fita”.

O que me interessa mesmo, é tentar entender o POR QUÊ Murray mudou os fatos, mesmo sabendo que isso poderia mudar o rumo do seu Julgamento

Por que ele não usou TODO esse discurso “bonito”, e não falou isso para o Juiz? Ele preferiu se calar.

Sério…

Vocês não se perguntaram sobre isso?

Vamos supor que seja verdade o que ele disse; já que ele diz ser verdade; então me diga o POR QUÊ ele mudou os fatos, e ajudou assim a assinar a sua própria sentença?

Apenas para vender o documentário?

Oh Guys!

Esse é o problema das pessoas: elas são simples demais!

Seja complexo!

Nada é normal, se você não é normal.

Se ele já sabia que ia ser preso pela morte de Michael, não era mais fácil falar tudo isso para o Juiz, e assim não ser preso ou tentar se salvar?

Murray sempre será o médico que matou Michael, e isso nunca mudará.

Então, por que ele mudou os fatos, e assim se auto colocou na prisão?

Outra coisa,

Essa entrevista para a NBC foi gravada durante o Julgamento, o que deixa a coisa pior ainda.

A sensação que eu tive vendo essa entrevista, é que Murray já sabia que seria condenado.

De acordo com a Lei, Murray não poderia ter dado entrevista.

Mas o que é “GAG” ?

Cartas de Segurança Nacional (em inglês National Security Letter – NSL) é uma forma de intimação judicial usada pelo FBI. É emitida a uma entidade ou organização exigindo que está seja entregue ao FBI, com informações e dados sobre um indivíduo, sem que o FBI tenha que provar qualquer causa ou razão para tal. Além disso, elas também contêm uma provisão de que qualquer um que receba tal carta fica proibido de qualquer liberação da informação da organização ou do indivíduo recebeu tal carta. É a chamada “gag order” em inglês. A ordem é de manter em segredo até mesmo de advogados a mera informação do recebimento da Carta de Segurança Nacional, mesmo que não haja explicação para a ordem. A exigência de sigilo sobre o recebimento da carta (gag order) foi declarada Inconstitucional após ações na Justiça movidas pela American Civil Liberties Union (ACLU), uma organização de Direitos Civis.

Sendo assim,

Como que Murray me fornece uma entrevista MUDANDO os fatos, não informa tais mudanças que favoreceriam sua situação, e ninguém processa ele por isso?

Por que raios os advogados de Murray invés de ficar comendo e desfilando de shortão, não orientaram o próprio cliente que falando para o Juiz essas palavras expostas aqui, poderiam mudar o seu destino?

É engraçado isso! Ele parece tão espontâneo e proativo no video.

Era como se ele soubesse que ia ser preso, e não estava nem ai em querer se salvar.

Leia:

Em entrevista a TV, Conrad Murray muda versão de fatos do dia da morte de Michael Jackson

O médico Conrad Murray, considerado o culpado pela morte de Michael Jackson, mudou sua versão do que aconteceu no dia da morte do cantor em entrevista ao programa “Today”, da rede NBC. A entrevista foi dada antes de a sentença ter sido divulgada. As informações foram divulgadas no site “TMZ”.

Em seu depoimento à polícia sobre o dia 25 de junho de 2009, ele havia dito que saiu do quarto para ir ao banheiro por apenas dois minutos. Já ao “Today”, ele disse que havia colocado Michael para dormir e, depois disso, saiu da sala para falar ao telefone, porque queria deixar o cantor dormir. Isso teria durado muito mais do que dois minutos.

“Olhei para aquele homem que estava tentando dormir e, finalmente, ele estava dormindo. Eu iria sentar do lado dele e fazer alguma coisa que pudesse acordá-lo? Não”, explicou. Ao ser perguntado se se arrependia de ter deixado o cantor sozinho no quarto, Murray disse: “Me arrependo de que ele tenha morrido”.

O médico acusado pela morte de Michael Jackson, Conrad Murray, reafirmou sua inocência e acusou o cantor de mentir sobre seu histórico médico e os remédios que.

O médico garantiu que nunca soube das dependências do cantor e que antes que fosse seu paciente, Jackson já usava propofol, anestésico de uso hospitalar que causou sua morte no dia 25 de junho de 2009 devido a uma intoxicação aguda.

“Odiaria ter de culpar Michael como pessoa. Não lamento tê-lo conhecido. Queria que nossa relação tivesse sido mais clara e honesta”, declarou Murray à jornalista Savannah Guthrie, que lhe perguntou se ele acreditava que o músico havia mentido.

“Definitivamente”, respondeu Murray, considerando que Jackson o havia enganado por não compartilhar com ele todo seu histórico médico, não dizer que médicos visitava e que tipo de tratamento estava recebendo.

O médico confessou que nunca acreditou que Jackson o teria contratado simplesmente para administrar propofol, mas reconheceu que foi incorreto se dedicar a lhe fornecer o remédio.

“Acho que não é recomendado usar propofol em casa, mas não é contra indicado”, ressaltou o doutor, insistindo que tentou retirar pouco a pouco o anestésico da rotina do cantor.

Todos os médicos que testemunharam no julgamento consideraram inaceitável a administração de propofol em um ambiente doméstico, onde não existe suficiente equipamento médico para controlar o estado do paciente durante a sedação.

Murray admitiu que “deveria ter ido embora”, mas dessa forma “teria abandonado um amigo”, disse.

Nas horas anteriores à sua morte, o rei do pop era “um homem desesperado” por propofol, segundo descreveu Murray, acrescentando que a última coisa que Jackson fez antes de morrer foi “implorar” por essa substância que ele chamava de “leite”.

Dr. Conrad Murray disse que não ligou para a emergência imediatamente quando o astro começou a passar mal “por ser um cardiologista treinado, que poderia fazer o que paramédicos fariam.

A demora de Murray em chamar o 911 foi o tema central do julgamento por homicídio, realizado na última segunda-feira, 7. Ele foi declarado culpado pela morte do cantor – em 25 de junho de 2009.

Murray diz que Michael tinha um quarto exclusivamente para ele e que tinha que ser persuadido a deixar os empregados limparem o local.

“Eu tinha que convencê-lo a deixar que o limpassem. Porque ele fazia xixi na cama. A cama não cheirava bem. Estava mofada e precisava ser limpa. Dá para imaginar que um homem da idade dele ainda molhava a cama?”

O médico explicou que não era a medicação que provocava incontinência urinária em Michael. O problema, segundo ele, era psicológico.

[....]

Videos do documentário (tradução abaixo)









Fiz uma breve tradução do depoimento, e daquilo que achei que valeria a pena discutir aqui. Outros elementos já estão sendo citados aqui.

Resumo do documentário:

Advogados de Murray dizem que Michael “matou Michael”, se referindo a tentativa de argumentar que ele aplicou nele mesmo o propofol. Falam sobre o assédio a midia durante o Julgamento, assim como a revolta dos fãs em apontar Murray como o assassino do seu ídolo.

A esposa de Flanagan diz que soa estranho MJ sendo um homem com 50 anos, dormir com uma boneca, e fotos de bebês olhando para ele a noite inteira. Então Flanagan diz que tudo isso se trata de MJ ser doente, até que Chernoff diz que a “A MIDIA FEZ PARECER QUE ELE ERA MAIS ESTRANHO, DO QUE ELE REALMENTE ERA”

#reflita seriamente sobre isso

Então Murray diz:

“Eu fui lá para cuidar de um homem saudável, e para manter a vigilância no caso de seus filhos ficarem doentes ou gripados, então eu iria ajudá-los a escolher uma alimentação melhor, lavar as mãos para não se infectarem”, disse Murray. “Mas quando cheguei lá eu estava preso. “

Perry disse que sente pena de Murray. “Eu me sinto muito ruim por ele “, diz Perry.” Acho que ele era um homem bom, que foi pressionado por pessoas que sentiram que ele era do nivel abaixo. Sinto que ele foi levado a tomar algumas decisões, que o levou a estar onde ele está hoje”

Então Murray continua.

Murray diz que conheceu Michael 5 anos atrás. Ele diz que Michael não tinha amigos, e por isso desenvolveu com ele um laço de amizade especial.

Murray encerra o primeiro video dizendo, que Michael olhou para ele e disse:

- Por toda a minha vida tenho procurado um amigo, mas agora é você Dr. Murray

Desculpa, mas eu não posso ignorar isso.

Por toda a minha vida tenho procurado um amigo
Damn!

No segundo video Flanagan diz que a quantidade de propofol dada por Murray; que seria 25 mg; não seria o suficiente para matar MJ. Então eles colocaram a cena da Dr. Cooper, onde ela disse que os 25 mg de propofol que foram dados ao Michael, seria insuficiente para sedá-lo.

Owww!

Lembram?

Eu ainda disse aqui que isso era uma grande contradição!

#reflita

Mas o que é essa pequena contradição, perante a tantas outras que foram esquecidas?

Sim! Eles nos subestiman; gosto disso.

Murray continua dizendo que Michael praticamente o “intimou” para ser o seu médico durante This is it, e descreve o momento de como isso aconteceu.

Eu olhei para Michael e disse:

- Por que está me olhando?

Michael respondeu:

- Eu estou olhando para você, porque eu testei você, e você é único

Testei você?
Hah!

Murray fala sobre o quarto sujo e mofado de Michael, e diz que tinha que pedir para ele limpar.

Obs: Cade a parte da onde ele fala que MJ fazia xixi na cama? Falaram tanto disso, mas não existe uma cena concreta sobre isso. O que demonstra que pode ser “lixo” da midia.

FOCO!
Murray diz que Michael queria salvar as crianças da destruição do planeta, e que ele perguntou se Murray não poderia ajudá-lo com este plano, então ele lhe disse que eles iriam fazer isso juntos.

Isso foi tão estranho!

Por que Michael pediria a um médico para ajudá-lo a salvar as crianças?

Lembra da gravação? “Eu queria fazer isso. Elvis nunca fez isso”

Aqui está um print do documentário, onde podemos ver outras anotações de MJ pedindo “Amor, não Violência”; “Disciplina com amor, não violência”




Engraçado..

Onde Murray conseguiu direitos autorais para passar essas imagens, assim como a autorização para usar o nome de Michael Jackson, imagens privadas da vida pessoal dele ainda criança, imagens exclusivas do quarto e etc?

O espólio autorizou isso?

Eu realmente espero que não. Caso contrário, nós teríamos um GRANDE ERRO aqui, e eu ainda quero acreditar no bom senso da família de Michael.

Mas por outro lado, como Murray conseguiu essas imagens EXCLUSIVAS da casa de Michael? Fotos que não foram nem passadas no Julgamento? Se ele filmou isso, alguém deve ter autorizado.

Ei! Pensa sobre isso, porque é extremamente importante.

Esse documentário foi gravado durante o Julgamento de Murray, então como podemos ver imagens EXCLUSIVAS, da parte interna da casa e do quarto de Michael?

WTF!

Pensar que ele tinha isso gravado, bem dai é “forçado”

Se bem que ele tem uma gravação exclusiva de Michael, então porque não teria POR ACASO imagens do quarto dele? (Eu estou sendo ironica)

Desculpa, mas isso é encenado. É óbvio..

[CONT..]

Murray fala sobre a relação profunda de Michael com a sua infância frustada, com o seu pai, e que muitas vezes viu Michael chorar.

Ele olhava para Michael e dizia:

- Está tudo bem Michael. Você pode chorar

Murray diz que ele e Michael eram alma gêmea.
Murray diz que assim como Michael, também tinha um pai controlador.

Ele diz:

“ Eu acho que de certa forma, havia imagens de espelho de nossas vidas, não tinhamos a apreciação plena de nossos pais. Ele tinha um pai que nunca abraçou ele, que nunca abraçou seus próprios filhos. Ele viveu uma vida escrita em 100 anos de dor”

Peço atenção para o video 3 a partir do 1:29. Alguém me explica essa reação “forçada” de Murray, ao descrever o que ele sente por Michael?

Então ele descreve o dia que recebeu o Espirito Santo, no dia 05 de Julho de 2009:

“Eu vi o espirito, seu rosto. Ele me salvou, para me proteger. Obrigado pai. Eu amo você”

Oi?

Eu quase daria um Oscar para Murray, se não fosse o fato dele quase cair no riso muitas vezes.

Porém nada é mais divertido do que ver os advogados de Murray, comendo doce de shortão esticados na cama, enquanto o cliente está recebendo o Espirito Santo do outro lado.

Vixi…ao invés de ser Chernoff de shortão, podia ser David Walgren.



(risos)

Murray continua:

“Eu conheci o melhor de Michael, mas desde 2009 as coisas mudaram”

Eles dizem que foi transmitido trecho de This is it durante o Julgamento, para mostrar que Michael estava pronto para voltar com tudo para os palcos. O interessante é o FOCO que eles colocam no Julgamento de 2002, quando Michael foi acusado por abuso sexual infantil, e dizem que a vida dele mudou depois daquilo.

Ohh!

O que isso lembra? Das roupas de dona Kathe e Joe

FOCO!

Na parte 4 e no minuto 2:20, Murray diz claramente:

“Eu sou a fonte”
Hãm? Fonte? Fonte de quem? Tem algum sentido ele ser A FONTE de alguém?

#reflita

Sim os RIPS irão dizer outra coisa, mas como eu sou beLIEve…

Flanagan diz: “Eu nunca perdi um caso, e essa pode ser a primeira vez”

Na parte 5 é mostrado cenas de This is it, e Kenny Ortega dizendo o quanto MJ estava excitado com os shows. Então Murray diz: “Ele estava excitado, mas não conseguia dormir” Ele me disse: – Por favor Dr. Murray eu preciso dormir, caso contrário não conseguirei fazer os shows”

“Eu estava preocupado com esse homem”, disse Murray. “Ele era meu amigo, eu estava preocupado com o futuro dele”

Murray afirma ao dizer que deu 25 mg de propofol para Michael, pois queria que ele conseguisse dormir.

Murray afirma que Phillips puxou ele de lado, depois de uma reunião sobre o”This Is It”, e com raiva disse:

“O que é está merda afinal? Ouça esse cara ao lado de Skid Row. Ele vai ser um sem-teto. Nove guardas de segurança? Por que ele precisa disso? Eu estou pagando por essa $%¨#$¨#. Eu estou pagando para ele ir ao banheiro, e até pelo papel que ele limpa a #$%#¨#”

O que ele quer dizer é que Randy Phillips da AEG disse que estava pagando até o papel higiênico de Michael, e que Murray deveria fazer o que ele estava pedindo, que no caso seria para deixar Michael “bem” para os shows.

Daí entra o fato dele não conseguir dormir, de pedir propofol e etc.

O que demonstra a pressão pela qual Michael estava sofrendo, assim como a preocupação do mesmo eu não conseguir completar os 50 shows.

Não se esqueça que Joe cansou de dizer em público, que sabia que Michael ia achar um jeito para não cumprir os shows.

LEMBRE-SE TAMBÉM! De acordo com Dr. Cooper isso não seria o suficiente para matar ele

FOCO!

Murray diz que Michael não conseguia dormir, e usa como metáfora o clipe de Thriller

“Veja ele em Thriller, ele estava tão extasiado”
Quê?

Ele quer comparar Michael com um Zumbie? Qual é a ligação disso com a morte? Alguém avisa para Murray que Michael está INTERPRETANDO em Thriller, e aquilo não é real!

Jesus Christ!

Gostei da citação de Thriller. Será que tinha um propósito aqui?



Murray diz que Alvarez mentiu no Julgamento

(Claro que ele mentiu! Ele se contradiz quando comparamos com o depoimento de Willians..)

Murray se defende:

“Eu disse para o segurança tirarem as crianças de lá. Pegue as crianças, porque eu não quero que eles vejam o pai recebendo socorro”

Disse para eles: “ Não se preocupem, nós vamos cuidar dele. Vai ficar tudo bem”

Na parte 7 ele encerra dizendo: “Eu peço para não me julgar, mas para esperar a verdade”

No final do documentário Murray começa a chorar e diz:

- Isso tudo é tão triste. Machuca tanto. Eu amava ele. Eu não quero mais falar

[...]

Obs: o final parece “Man in the mirror” (Homem no espelho), onde Michael diz na letra sobre as crianças nas ruas, pede para pessoas mudarem o mundo e etc.

O engraçado é que Murray mostrou durante o documentário novas anotações de Michael, onde ele diz para salvar o mundo e as crianças.

Coincidência?

Não se esqueça da gravação de MJ para Murray, onde ele pede para Murray ajudar ele nessa missão.

Então me vem a cabeça aquilo que citei acima:

- Como Murray conseguiu essas imagens do quarto de Michael?

#reflita

Desculpa,

Mas isso é cômico!

Se eu não fosse fã de MJ, eu quase poderia me apaixonar por Murray.

Mas ele é um ator, então vamos dar créditos por seu trabalho.

O que isso representa? NADA!

Apenas querem colocar Murray como o amigo fiel de Michael, e que ele não teve culpa na morte do cantor. Ele nunca teve a intenção de matar Michael.

Objetivo? Talvez conquistar o “perdão” dos fãs, para que não vejam ele como o assassino

Mas um fã é capaz de perdoar esse cara?

Independente se Murray fosse ser preso ou não, o foco aqui é melhorar a imagem de Murray. Apenas isso. Se ele realmente ganhou 1 milhão para fazer isso pouco importa, eu vejo que existe um objetivo de ligar a imagem de Murray com a imagem de MJ no Julgamento de 2002, e mostrar as distorções nas provas e etc.

E principalmente: a manipulação da midia. É isso que vejo quando Chernoff diz que a midia passava MJ como um estranho, mais do que ele realmente era na vida real.

De acordo com eles a vida de MJ sofreu mudanças depois da acusação, e que por isso se tornou uma pessoa isolada e sem amigos. É ai que entra o “amor” entre Murray e Michael.

Cada um pensa o que quiser, ok?

Mas eu vejo isso: limpar a imagem de Murray

Talvez Michael queira que os fãs não o Julguem, e que OBSERVEM que ele é inocente nisso tudo.

Hmmm…

Devo comentar sobre isso:

- O espólio já processou Murray por usar imagens de Michael?

- La Toya não ia boicotar esse documentário?

Sendo assim enquando eu não ver NADA vindo da família, que seja capaz de impedir que o “assassino” se pague de POP STAR e ganhe encima de uma desfraçada, então eu continuarei insistindo que isso foi encenado para ajudar Murray

Aliás,

Observe essa cena do documentário:



O que você está vendo?

Isso supostamente seria uma revista de colorir do “Moonwalker”.

E dai?

E dai que isso é armado!

Como essa revista está de pé encima de uma cadeira? Normalmente fazemos isso, quando queremos dar “foco” em um objeto ao seu filmado. Entende?

Perante a isso eu vou bater na mesma tecla:

- Como Murray consegue imagens internas da casa, sendo que nenhuma delas passou no Julgamento? Como ele conseguiu entrar no quarto dele APÓS a sua morte?

#reflita seriamente sobre isso

Mas como ele mesmo diz ele é a “fonte”, por isso apenas repete o que pedem para ele dizer.

Não entendo o por quê as pessoas se “irritam” tanto com Murray, quando a própria família e amigos cansaram de dizer que Michael era viciado. Ele mesmo deixou isso registrado.

E eu já posso ouvir daqui as pessoas falando, que eu estou estou defendendo Murray.

Tsc..

Agora quero falar sobre uma coisa, que me entorpeceu de susto.

SUPOSTAMENTE o Juiz Pastor estaria usando o Facebook, para pedir para os fãs enviarem cartas para ele, para que ele possa se orientar e decidir a sentença de Murray

“ O Juiz Pastor estará aceitando cartas de fãs que serão tomadas em consideração para a sentença. Por favor, elabore sua carta em uma página ou menos, ou não vai ser lida. Verificar a ortografia, gramática e conteúdo. Faça isso o mais curto possível, mas que seja poderoso. Não enviar presentes, cartões, etc. Apenas letras. Faça uma boa impressão. Somos pessoas inteligentes e pensativas. Seja respeitoso!

Endereço: Attn: Juiz Michael Pastor – Clara Shortridge Foltz Criminal Justice Center, 210 West Temple St. Los Angeles, CA 90012 “

Quer mandar?

Divirta-se aqui!

Pelo amor!

Inúmeros fãs no mundo todo tem consultado Juiz, mas nenhum deles considerou isso como algo normal. Muitos perguntaram: “Isso é uma piada?”

Bem,

Pode ser que seja.

Afinal, não temos uma prova concreta sobre isso.

Porém..fãs estão escrevendo a carta, então alguém irá receber. E me parece que o endereço é válido.

Oh Guys!

Se isso for real, as pessoas terão que pensar sobre esse “absurdo”

Por que estão dando tanto FOCO para Earth Song, crianças, mensagem, amor, o hospital das crianças de Michael Jackson e etc?

Por que passam no Julgamento justamente a parte, onde Michael está cantando Earth Song?

Por que desde o começo Earth Song é o centro de tudo? Assim como o desejo de Michael em salvar o mundo?

Por que Michael deixou “pronto” um clipe de Earth Song?

Oh!

No meu ponto de vista está muito claro: Michael Jackson queria ser lembrado como o artista mais humanitário, e que queria salvar o mundo.

Lembre-se! Ele mesmo diz: “Elvis não fez isso. Beatles não fizeram isso”

E isso é a mensagem dele, porque é assim que ele queria ser lembrando

(Minha humilde opinião)

Quero compartilhar uma observação de Leonardo deixada nos comentários

Ele diz:

“Cascio, que conheceu o astro aos cinco anos e conviveu com ele toda a vida, narra que viu Jackson usar o anestésico pela primeira vez durante a turnê de “Dangerous”, após um acidente no qual uma plataforma elevada sobre a qual estava o cantor, despencou durante uma apresentação em Munique (Alemanha).”

Obrigado por compartilhar isso Leo.

Curiosamente o acidente foi dia 27 de Junho de 1999. Dois dias depois Michael morreria no dia 25 de Junho de 2009.

Não entendo o por quê as pessoas se “irritam” tanto com Murray, quando a própria família e amigos cansaram de dizer que Michael era viciado. Ele mesmo assumiu isso. +1

Mas perai..

Cascios disse na Oprah que MJ não tinha problema para dormir

Oi? Que contradição!

Ou seja: “ajudando” Murray, ou ligando as datas tão próximas?

27 de Junho de 1999 e 25 de Junho de 2009.

Por que somente agora tudo isso é dito?

Pense seriamente sobre isso.

Por hoje é isso.

Eu sustento que quase sempre é necessário um golpe de loucura, para começar um novo destino. Os vencedores fazem aquilo que os perdedores não querem fazer.

Michael is alive!

Fonte: Mulheres Luxo

0 Comments:

Post a Comment