BLOGGER TEMPLATES AND Gaia Layouts »

5 de abr de 2011

A intrigante morte de Marlyn Monroe..



Eu amo a Marlyn! 

Na minha opinião nunca terá uma mulher tão encantadora, bela, amada e inesquecível.

Se passaram 30 anos da morte de Marlyn, mas ela continua sendo o ícone da beleza do cinema.

Outro dia estava lendo uma revista, e a revista focava o lucro que Marlyn continua tendo mesmo depois de morta. Hoje Marlyn é garota propaganda de uma grande marca de luxo internacional, além de ser a celebridade feminina que mais lucra depois de morrer.

Bem, o que eu estou querendo dizer com tudo isso?

Como o título diz, quero falar sobre a morte de Marlyn Monroe.

As pessoas nunca se esqueceram de seu talento, beleza, sorriso e encanto, mas elas se esqueceram da sua “morte”.

“Marlyn Monroe se matou!”, diz as pessoas.
Essas pessoas só esqueceram de pesquisar as coisas, antes de afirmar algo de alguém que infelizmente não está mais aqui.

CALMA! Isso é um Blog sobre a falsa morte de Michael Jackson, mas o objetivo é ligar isso ao Michael.

Por que?

Quando você procura pela morte de Marlyn no Google, você se depara com a presença dela entre as maiores Teorias Conspiratórias de Hollywood.

Lá está Marlyn ao lado de Elvis Presley..

O termo TEORIA DE CONSPIRAÇÃO não significa exatamente HOAX DEATH, mas é um termo usado para referir qualquer teoria que explica um evento histórico ou atual, como sendo resultado de um plano secreto, levado a efeito geralmente por conspiradores maquiavélicos e poderosos, tais como uma “sociedade secreta” ou “governo sombra”.

Ou seja: é a crença de que tem algo OCULTO por trás.

Se você me perguntar sobre a morte de Marlyn Monroe, então eu irei te responder:

- Eu acho que ela foi assassinada!
Só que a minha certeza, talvez não seja a sua certeza..

Mas em Hollywood existe uma diferença de comportamento entre solucionar um crime, ou ABAFAR um crime. Ainda mais quando os próprios assassinos, fazem parte do TOPO da grandeza e principalmente daquilo que governo o que você escuta, ouve, fala e pensa: A MIDIA!

Antes de mais quero dizer, que isso assim como 99% desse Blog é minha opinião. O 1% é para não deixar claro, o quanto sou “egoísta”.

Voltando a morte de Marlyn, você deve estar se perguntando qual é a ligação disso com Michael.

“Qual é a ligação?”, pergunta a sua mente.

É nessa hora que implora para que abra SEUS OLHOS.

Estou aqui te guiando, mas o caminho você deve percorrer sozinho.

Esqueça tudo que você leu até hoje sobre o TERMO POLITICAMENTE CORRETO, ou qualquer coisa que tenha como derivado A LEI!

“A lei permite muita coisa que a honra condena.”

Faz muito pouco tempo que apresentei para você, as ligações ocultas entre Elvis e Michael. Vi pessoas se encantarem, se assustarem e se fascinarem como eu.

Consegue sentir a diferença de VER algo e QUESTIONAR?

Eu não tenho dúvidas de que Michael usou Elvis como a palavra-chave. E esse foi SEMPRE o objetivo de Michael desde o começo..

Tentei deixar isso claro nos videos.

Mas voltando a Marlyn Monroe..

Vejo que Michael também usou ela como a palavra-chave, mas não tão profundo como usou Elvis.

O que eu disse acima? Marlyn foi assassinada

O que Joe diz sobre Michael? Michael foi assassinado. 

Marlyn Monroe teria sido nada menos que uma queima de arquivo, porque se envolveu com não deveria, e porque talvez sabia demais.

Muitas pessoas definem Marlyn como a “loira burra”, porque foi assim que ela ficou conhecida nos cinemas de Hollywood, e foi assim que se tornou o que é.

Por que mudar algo que trás fama? A loira “burra” ganhou dinheiro.

Bem nos chamam de loucos por ai..

OPEN YOUR MIND!

A morte de Marlyn Monroe foi arquivada pelo FBI, e possui tantas contradições quanto Elvis e Michael juntos.

Marlyn morreu aos 36 anos em 1962 por overdose de barbitúricos, e muitos tratam a morte de Marlyn como suicídio, pois uma garrafa vazia que continha cerca de 50 cápsulas nembutal, foi encontrado perto da cama onde seu corpo jazia nu, sob um cobertor de cor champanhe.

Por que Marlyn teria feito isso?

Porque ela estava depressiva, e já não tinha mais o sucesso que tinha no começo da sua carreira.

Amigos têm dois pontos de vista sobre a morte de Marilyn. Alguns disseram que ela estava muito deprimida com a sua carreira, e por isso perdeu o controle. Outros diziam que ela era alegre sobre o futuro.

Olha a contradição..

FOCO aqui!

Quem encontrou o corpo de Marlyn, foi sua assistente e empregada chamada Eunice Murray.

Consegue me acompanhar? 

Eunice MURRAY!






Murray tinha ido para a cama por volta da meia-noite, ao perceber a luz que ainda estava acesa no quarto de Marilyn, não achou que aquilo era algo comum.

Aparentemente sem querer despertar às 3 da manhã, ela ficou preocupada quando a luz ainda estava ligada.

Eunice percebeu que a patroa não respondia ao bater na porta, e decidiu olhar pela janela se estava tudo bem. Foi quando ela percebeu que Marlyn estava desmaiada, e ligou para o médico de Marlyn; Ralph Greenson; que quebrou a janela e entrou no quarto da atriz.

“Eu saí e olhei pela janela e vi a senhorita Monroe deitada na cama. Foi quando eu chamei Dr. Greenson”, diz ela.






Ohhh que adorável!

O sobrenome da empregada de Marlyn, tem o mesmo sobrenome do médico de Michael.

Coincidência? Me responde depois..

Mas não esquece de tudo que já vimos sobre Murray.

O que eu disse acima ?

Marlin morreu de overdose de Barbitúricos.

Os barbitúricos provocam dependência física e psicológica, diminuição em várias áreas do cérebro, depressão na respiração e no sistema nervoso central, assim como também pode causar um COMA INDUZIDO.

Falei sobre isso quando o assunto era o fato de Michael sair morto na casa, mas mesmo assim socorrerem ele. Assim como quando também falamos, porque TODOS diziam que Michael estava em coma.

Podemos citar alguns tipos de medicamentos com barbitúricos. São eles: amytal, veronal, butisol, gardenal, luminal, evipal, mebaral, nembutal, seconal, surital e delvinal. Tais medicamentos têm ação dos barbitúricos variadas, que variam de ação curta à intermediária e prolongada

Benzodiazepnicos, Diazepam, Zolazepam, Midazolam

Diazepam? Será que agora posso chamar Elvis Presley e Michael Jackson aqui?

O mesmo remédio usado por AMBOS, e que mataram os dois “REIS”. 

Marlyn morreu ANTES deles..#ficadica

EITA! Esses artistas olham os demais morrendo por causa disso, e usam o mesmo remédio que fulano usou.

Obs: Marlyn morreu em Agosto, e Michael nasceu em Agosto.

As Contradições da morte de Marlyn:
Ninguém sabe de fato o que aconteceu naquela noite. Ouviu-se o barulho de um helicóptero. Uma ambulância foi vista esperando fora da casa dela, antes que a empregada desse o alarme. As gravações de seus telefonemas e outras evidências desapareceram. O relatório da autópsia foi perdido. Toda a documentação do FBI sobre sua morte foi suprimida, e os amigos de Marilyn que tentaram investigar o que aconteceu foram censurados

Os teóricos da conspiração e os médicos legistas têm igualmente sido incomodados, pela ausência de resíduos de comprimidos no estômago Marilyn, e a falta de qualquer copo de água em seu apartamento com o qual ela poderia ter engolido os medicamentos. Os médicos legistas encontraram indícios de drogas injetáveis.

Oi? 

Não tinha copo do lado cama, a autópsia sumiu, o FBI arquivou o caso e escondeu as provas? #oremos

Por que fizeram isso? Me acompanha..

Mas PLEASE espero que não tenha esquecido da Máfia, e sua ligação com a “morte” de Elvis e Michael.

O FBI grampeou a casa de praia de Lawford e John Edgar Hoover. O chefe do FBI usou as gravações para manter seu cargo quando Kennedy tentou demiti-lo. Hoover também insinuou que mais alguém havia grampeado a casa – a Máfia, com quem Kennedy cruzara durante as eleições. Robert Kennedy, o irmão mais novo do presidente, por vezes se relacionava com as mulheres de John.

Era o chefe de Hoover (como procurador federal), que determinou a acabar com a Máfia. Advertira o presidente para deixar Marilyn, pois os chefes mafiosos poderiam usar o caso contra ele. Apesar de suas ilusões, Marilyn sabia que Kennedy desejava apenas a estrela cintilante de cinema, não a mulher que ela era. Ele pretendia livrar-se dela com elegância, depois que ela cantou com voz lasciva “Feliz aniversário, senhor presidente”, metida num vestido que o diplomata Adlai Stevenson descreveu como feito de pele e pérolas.

Como podem ver, Marlyn se envolveu com alguém muito poderoso na época, e isso definitivamente não foi bom para ela, e não era bom para as pessoas que temiam o que ela representava.

Aqui que entra o “x” da questão, porque a afirmação deles é que Marlin se matou porque Kennedy não queria mais ela.

?????

Voltando a Máfia e a morte dela.

A Máfia é uma organização criminosa, cujas atividades estão submetidas a uma direção colegial oculta, e que repousa numa estratégia de infiltração, da sociedade civil e das instituições.

Da Itália, a indústria da “proteção forçada” se espalhou para o mundo inteiro, em especial para os Estados Unidos. O filme The Godfather conta a história do crescimento da máfia nos EUA.

Hmm..

Qualquer pessoa que freqüenta a Internet, sabe da conspiração que também envolve a morte de Johnny Kennedy.

O que isso pode representar?

“Cada diálogo, cada situação, tudo foi documentado. Marilyn e JFK estavam constantemente sob algum tipo de vigilância –FBI, CIA, máfia e por ai vai. Todos os diálogos que usei, ou situações que descrevi, foram reportados por testemunhas. Se você começa a criar histórias, perde a credibilidade.”

(Palavras do autor François Forestier, autor da última biografia de Marlyn Monroe)

O que se concluiu com isso?

Máfia, Elvis, Michael…….#reflita

Tô refletindo, e não estou afirmando nada.

Voltando a Eurenice Murray,

Em um livro escrito depois da morte de Marlyn em 1974, a amiga e confidente da atriz aparece “rindo”.

Até que Eunice conheceu Anthony Summers, onde ela admitiu que Marilyn Monroe havia conhecido os Kennedys, e disse que “o médico” tinha estado na casa da estrela, enquanto ela estava inconsciente, mas viva.

?????

Ela não tinha sido encontrada morta?

Donald Spoto e Rachael Bell, trabalharam em uma biografia Monroe no início de 1990, fazendo um documentário para a televisão anos mais tarde, ambos especulam sem prova de que Murray estava encobrindo inadvertidamente, uma dose fatal de sedativo que causou a morte de Marlyn. 

Eunice Murray inicialmente repetiu a mesma história, que ela contou para Robert Slatzer em 1973 e para a polícia em 1962. Ela aparentemente não percebeu a equipe de câmera quando arrumava as malas, e então disse: “Por que na minha idade, eu ainda tenho que cobrir essa coisa?” Sem que ela percebesse, o microfone ainda estava ligado. Murray faleceu em 05 de março de 1994 sem revelar mais detalhes. FBI tem documentos onde coloca Murray como suspeita no assassinato de Monroe, junto com o Dr. Greenson e jornalista Pat foi Newcombe.

Eunice Murray foi acusada por muitos autores de tablóide, pelo LAPD, e pelo sargento Jack Clemmons, de estar envolvida em uma operação de encobrimento da morte de Monroe.

Dr. Burleson acredita que há provas incontestáveis de que Bobby Kennedy foi na cena da morte de Marilyn. Norman Jeffries, que trabalhou com Marilyn, disse que alguns homens chegaram à casa de Marilyn em torno de 10:00 na noite de sua morte.Um homem reconhecido pelo Sr. Jeffries era Robert Kennedy, que estava acompanhado por dois homens que ele não conhecia. Elizabeth Pllard, que morava na casa ao lado de Marilyn, viu Bobby Kennedy e outros dois homens do lado direito da janela, onde se dirigiram para a casa de Marilyn, e um dos homens carregava uma pequena sacola preta do tipo que um médico poderia transportar.

De acordo com Norman Jeffries, Bobby e os dois homens misteriosos entraram na casa e ordenaram que Norman e Eunice saíssem. 

Norman estava esperando um vizinho, até que Kennedy e os outros deixaram a casa cerca de 22:30. Eunice e Norman voltaram para a casa, e descobriram que Marily estava nua e deitada. Ela estava viva, mas ela estava morrendo.

Dr. Burleson acredita que entre o tempo de Bobby Kennedy e seus dois companheiros entraram na casa de Marilyn Monroe, em torno de 10:00, e a hora em que deixaram a casa por volta das 10:30 horas, um crime repugnante foi cometida. Marilyn claramente não esperava que ela sobrevivesse .

(Biografia Marlyn Monroe, página 44)

Não acha interessante a empregada de Marlyn ter o mesmo sobrenome do médico de Michael, sendo que ela é até hoje uma das suspeitas pela morte da atriz, assim como Murray que é um dos principais culpados pela morte do Michael?

E depois ser divulgado, que os dois teriam sido assassinados?

Será que Marilyn esperava que suas últimas palavras, realmente poderiam demonstrar a sua riqueza, fama, sofrimento e solidão?

Marlyn disse antes de morrer:

“Aqueles que foram aprendidos”
- Boa Noite Mel.

Foram suas últimas palavras para Eunice Murray.

Apreendidos? Por que você apreende ou censura alguém?

Marlyn Monroe e Michael Jackson:
O interessante vem agora,

Quando você traduz a múica de Michael “Tabloid Junkie”, você nota que Michael citou tanto JFK como Marlyn na música onde fala sobre CIA, calúnia, mentira, opressão e etc

A letra diz:

“A mídia persegue em histeria

Quem será a sua próxima vítima?
JFK expôs a CIA”?
Sua verdade é criada em um campo minado
Você fez da estória de chantagem sua glória

[..]

Cara a cara
Mente e envergonha a raça
Heroina e Marilyn
A matéria de capa foi
Toda a sua glória 

WTF!

Isso também é coincidência?

Please, pesquise a letra da música e não ignore isso.

[CONT..]

Michael tinha uma estátua de Monroe, e diziam que era “fascinado” pela tragédia da celebridade.






Michael ainda contava com quadros de Charlin Chaplin, Elvis Presley e etc.

Ninguém compra uma estátua de outra pessoa, se não sente alguma admiração, amor, simpatia ou qualquer coisa boa em relação a outra pessoa.

Tô errada? 

Eu tenho um quadro de Marlin no meu quarto, porque eu adoro ela.

Então concorda comigo, que Michael assim como 50% das pessoas, conhecia a morte de Marlyn Monroe?

E com base nisso não é tão alucinante perder tempo, refletindo sobre o que falei aqui?





Claro que para a maioria isso é lixo, ou que Michael é um louco.

Veja bem..

Não é que Michael fosse “obcecado”, mas consegue perceber que ele usou o mesmo remédio que causou a morte dela, o mesmo sobrenome da empregada dela que é a principal suspeita, assim como o médico Conrad Murray, tinha uma estátua dela em Neverland, supostamente vitima da Máfia, e que está ao lado dela quando o assunto é Teoria Conspiratória?

Minha opinião?

Essa informação tem sentido porque Michael era fascinado SIM pela morte de Elvis Presley, e pode SIM ter lido as mesmas informações que postei aqui sobre a morte de Marlyn Monroe. Afinal, qualquer um pode pesquisar sobre isso, bastar querer pesquisar.

E se ele escreveu uma música falando dela e de JFK, é porque ele conhece a história da morte dela. Não concorda?

Alguma dúvida de que Michael conhecia a história que envolve a morte de Marlyn?

E ela está ao lado de Elvis, quando o assunto é “CONSPIRAÇÃO”.

Quer a verdade? A desgraça de um artista vende mais do que a verdade.

“A Marlyn Monroe se matou”

Isso é mais atrativo, do que dizer o contrário.

E outra: eu já fui assaltada um dia, e por isso tenho receio de andar sozinha na rua em lugares que não conheço, e se vejo alguém andando atrás de mim, eu já atravesso a rua, ou vou para algum lugar movimentado. Isso acontece porque tenho medo de ser assaltada novamente.

Então como Michael usa o mesmo remédio que mataram Elvis e Marlyn, se ele não queria acabar como eles? Ou queria?

Não tenho dúvidas de que a HOAX DEATH de Michael foi bem arquitetada, e tudo foi muito bem planejado. Tanto foi que esse Blog têm inúmeras provas, pistas e e etc.

Então eu te pergunto:

- Michael também usou Marlyn como palavra-chave?

Os loucos abrem caminhos, que mais tarde os sábios percorrem.

Michael is alive! 

Obs: um agradecimento para a Tathy, por compartilhar comigo o mesmo “delírio” em relação a este post. We are crazy!

Fonte: Mulheres Luxo



0 Comments:

Post a Comment