BLOGGER TEMPLATES AND Gaia Layouts »

29 de jan de 2010

3 Assuntos em 1 Post! Leiam e comentem!

Por: Andréa Duarte
INQUÉRITO SOBRE A MORTE DE MICHAEL JACKSON!!


Começamos o ano com a boa notícia de que o inquérito para apuração das circunstâncias da morte de Michael Jackson estava terminado.
Sim, temos que acreditar nisso, porque o inquérito policial só tem uma função: apurar o fato e a autoria. Bem, no mundo real, depois de trocentas autópsias, já teríamos a comprovação do fato. No mundo real, também, quando alguém diz que aplicou uma injeção em outra pessoa e essa pessoa morreu em consequência dessa injeção, já teríamos a prova da autoria. Então, mesmo nos contos de fadas, como esse que estão nos contando, é natural que esse inquérito tenha se encerrado.
Bem, no mundo real, esse inquérito já estaria na mesa do Promotor desde que terminou. No mundo de faz-de-conta (ou make belive, como diz nossa amiguinha Sony), há necessidade de se marcar uma data em que todos os envolvidos, policiais, peritos, agentes do DEA, Promotor, enfim, todos estejam desocupados, disponíveis, para, provavelmente numa cerimônia solene, ser o inquérito entregue.
Lemos, na época, também, que no mês de outubro, o investigador responsável pediu ao Juiz uma autorização para que o inquérito se mantivesse sigiloso até o dia 18 de janeiro. Nesse mês, lemos que Joe Jackson entrou com pedido de quebra de sigilo, porque não se conformava com isso.
Bem, estamos no dia 28, dez dias depois daquele prazo e, já por agora, temos que supor que todos já tenham conseguido um espaço em suas ocupadas agendas para se encontrar
Então, a pergunta que não quer calar: CADÊ O INQUÉRITO?
A INTERNAÇÃO DE MICHAEL, EM 1993


Já postei sobre a dependência de Michael Jackson em medicamentos (TEM UM LINK AQUI MESMO, NO TÓPICO, FALANDO DO ASSUNTO), versão esta na qual não acredito, absolutamente.
Acho, como expus no post sobre o assunto, que essa história foi criada apenas para embasar a farsa da morte. Pois foi a forma encontrada de nos convencer que um homem de 50 anos, em pleno vigor físico e mental poderia sofrer um ataque cardíaco, sem despertar maiores suspeitas.
Pois bem, hoje, no MJHDI vi um comentário muito interessante do participante Aintnosunshine e ele questionava a internação que Michael sofreu no final do ano de 1.993, que, como todos sabemos, ganhou a versão de que seria numa clínica de reabilitação. Essa história já contou, aqui no blog, inclusive, com a observação certeira da Maria Oliveira, de que isso não seria possível, pois uma internação para reabilitação não duraria o pouquíssimo tempo que esta durou.
Na realidade, naquela época, Michael estava se vendo às voltas com a primeira acusação de pedofilia (que, convenhamos, foi uma barra pesadíssima). Além disso, estava no meio da turnê Dangerous e, como ele mesmo disse, a cada show se desidrata e se desgasta. Tanto é que ele mesmo já afirmou por várias vezes que não faria mais turnês.
Mas aí, entraram em cena os amigos Elizabeth Taylor e Elton John, os quais, generosamente, apoiaram Michael nessa sua internação “para tratamento de dependência em medicamentos”.
Na minha opinião, essa internação foi necessária em razão do estresse emocional. Mas não em razão de dependência. Mas, vamos lembrar que ele estava no meio de uma turnê e a interrupção teria que ter um motivo mais forte, não só por questões contratuais, mas, principalmente, para que os fãs não se vissem decepcionados.
Pois o comentarista do MJHDI lembrou um fato muito, muito interessante, que reforça essa tese de que o que acometeu Michael foi, mesmo, um estresse: é que, justamente naquela época, morreu seu avô paterno, Samuel Jackson, então com cem anos de idade.
Aí, tudo se explica, realmente. O estresse, mais a morte do avô, o desgaste dos shows, tudo, de fato, foi motivo para a interrupção da turnê. Mais uma prova de que toda essa história da dependência de Michael em drogas prescritas é, realmente, uma história inventada.
Você, realmente, é um gênio, Michael!
FOTOS DE MICHAEL JACKSON PARA AJUDAR O HAITI


Essa é muito boa!
De acordo com informação do The Michael Jackson Fan Club, uma exposição de fotografias de celebridades está sendo realizada em New York. A exposição é chamada “Do Tapete Vermelho Para o Lado Escuro da Celebridade” e mostra fotos de Madonna, Angelina Jolie, Britney Spears, Lady Gaga e outros. A exposição está sendo feita para comemorar o 210º aniversário da agência de notícias e entretenimento Worl Entertainment News Network.
De acordo com a notícia, algumas fotos mostram:
+ Madonna e seu filho David Banda, no Malawi;
+ Lady Gaga junto com a Rainha Elizabeth II;
+ Fotos de Michael Jackson que “evocam a nostalgia”.
O dinheiro arrecadado com a exposição será todo revertido em prol das vítimas do terremoto do Haiti. A exposição vai até o dia 28 de fevereiro.
Tá tudo muito bem. Mas, aqui, volto a perguntar: quem autorizou o uso de imagens de Michael Jackson?
Não podemos esquecer que tudo o que se refere a Michael tem que ser administrado pelos gestores de seu espólio. E a autorização para o uso de imagem, evidentemente, necessita de decisão do Juiz do inventário.
Agora, aqui cabe a mesma observação que fiz a respeito das músicas dele sendo utilizadas em prol das vítimas do Haiti: e os credores desse espólio? Concordaram com isso? Os herdeiros não podem dispor, assim, da receita dos direitos autorais de Michael. Então, o que está acontecendo de diferente nesse inventário?
Só tem uma explicação pra isso tudo, pra toda essa benevolência dos herdeiros e dos credores e essa rapidez com que essas autorizações judiciais estão sendo dadas: o dono dos direitos autorais está agindo. Somente ele pode concordar e autorizar o uso de sua imagem e de suas músicas.
Só não vê quem não quer!

fonte: neverland.ativoforum.com by lilian rocha

0 Comments:

Post a Comment